novembro 25, 2019

João Azevêdo lança programa Opera Paraíba para zerar fila de espera por cirurgias



O governador João Azevêdo lançou, nesta sexta-feira (11), o Programa Opera Paraíba, que tem como meta a redução das filas de espera por cirurgias eletivas no Sistema Único de Saúde (SUS). Com investimentos da ordem de R$ 6 milhões apenas no primeiro ano, o Opera Paraíba vai contemplar mais de 12 mil paraibanos em 36 tipos de cirurgias. A solenidade de lançamento ocorreu no Palácio da Redenção, em João Pessoa.
Ao todo, 12 hospitais da Rede Estadual vão integrar a força-tarefa para a realização dos procedimentos cirúrgicos, que contemplam as especialidades de ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia, proctologia e cirurgia geral. A contrapartida dos municípios consiste na realização dos exames pré-operatórios e no transporte até a unidade hospitalar responsável pelo procedimento cirúrgico.
Na ocasião, João Azevêdo ressaltou a importância do programa como instrumento de reparação da dívida que o Estado tem na área de cirurgias eletivas. "Essa é uma demanda de anos que o povo da Paraíba tem, que é a lista de espera por cirurgias eletivas. E a possibilidade de lançarmos um programa que tem a meta ambiciosa de efetivamente zerarmos essa fila através de uma programação muito bem pensada, muito bem planejada pela Secretaria de Saúde, é um projeto de avanço social muito grande", afirmou. "Eu não tenho dúvida nenhuma de que com o empenho de toda a equipe, com determinação, vamos acabar com a fila de espera pela cirurgia eletiva", prosseguiu João Azevêdo, destacando que o lançamento do Opera Paraíba é uma das ações mais importantes de sua gestão até o momento.Já o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, ressaltou que o Programa Opera Paraíba vem preencher uma lacuna assistencial no Estado. "É uma infinidade de cirurgias que vai atender aos anseios da população pobre que, assim como em outras partes do País, não tinha acesso. São cirurgias de vesícula, ortopédicas, por exemplo", comentou.

Além da vice-governadora Lígia Feliciano, a solenidade de lançamento do Programa Opera Paraíba foi prestigiada por diversas autoridades na área de Saúde, assim como lideranças políticas, a exemplo de deputados estaduais, como o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, e do vice, Genival Matias. O senador Veneziano Vital do Rêgo e o deputado federal Hugo Mota também prestigiaram a solenidade.
Opera Paraíba - Serão investidos, apenas no primeiro ano do programa, R$ 6 milhões do Tesouro Estadual e mais R$ 4,8  milhões do Ministério da Saúde.
A meta é reduzir as filas de espera por cirurgias eletivas no Sistema Único de Saúde em um ano. Ao todo, participam do programa 12 hospitais da Rede Estadual, contemplando 36 procedimentos cirúrgicos, com mais de 12 mil paraibanos beneficiados.
Como contrapartida, os municípios entram com os exames pré-operatórios e com o transporte do paciente até o hospital responsável pela cirurgia.
Os hospitais que integram a força-tarefa são os seguintes: Hospital Regional de Guarabira; Hospital Regional de Picuí; Hospital Regional de Monteiro; Hospital Sinhá Carneiro, em Santa Luzia; Hospital Distrital de Itaporanga; Hospital Regional de Catolé do Rocha; Hospital Regional de Cajazeiras; Hospital Regional de Sousa; Hospital Regional de Itabaiana; Hospital Rui Carneiro, em Pombal; Hospital Geral de Queimadas; Hospital Geral de Taperoá.


Secom PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário