junho 06, 2019

Ney Suassuna, paraibano de Campina Grande, o homem de muitos contos e condecorações.

Por Nena Martins.

O eterno senador Ney Suassuna autor de muitos livros, todos baseados em verdades, inclusive as verdades do coração. Ele me presenteou com o livro cujo título meche com a imaginação da gente, ‘OUSADIA’,  o mistério começa no bom gosto da caixa que envolve o livro de cor bordô em um tamanho charmoso praticamente de bolso, que me deixou encantada pela delicadeza e elegância, me fazendo recordar os belos livros antigos que sempre tive muito apreço em ler e guardar. Eu e muitos paraibanos naturalmente, conhecemos apenas o lado político de Ney Suassuna, que sempre foi propagado como o sem ‘papas na língua’ e sem muita discrição, quando ele defende uma causa ele não mede esforços e nem palavras, abre o verbo e diz o que pensa. Chamou a atenção quando estampou em frete ao congresso nacional uma pilha de latas simbolizando a sede do povo do Nordeste, na época foi manchete a nível Nacional, recebeu críticas e também muitos elogios, conquistando assim a simpatia de muitos nordestinos. Mas, desta vez, fui surpreendida com um dia diferente, onde pude conhecer o lado sensível, sincero e poético de um paraibano de Campina Grande guerreiro que lutou e venceu, um empresário bem-sucedido que jamais esqueceu as suas origens em nosso Estado. 
Ney chegou aos estúdios da Tv Master ladeado por Alex Filho Diretor Presidente do Sistema Master de Comunicação, que o conduziu para ser entrevistado por mim no Master News, Ney carregava uma mala de tamanho médio cheia de Livros e dizia, “veja Nena Martins quantos livros eu escrevi”, e sem modéstia espalhou parte deles na bancada e começamos a explorar aquele mundo que o próprio Ney por tantas vezes mergulhou.
Ney Robison Suassuna, pai de Rodrigo, Diego, Fabricio e Ney Robison Suassuna Filho. Nosso Ney é Bacharel administração e Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Bacharel em Pedagogia pela Universidade Castelo Branco também no Rio, especialização em processamento de dados pela universidade de Georgetown, EUA; e especialização em Inglês pela universidade de Santa Bárbara, EUA, e Escola Superior de Guerra (1982).

Vida Publica e Profissional

Ney Suassuna foi Ministro da Integração Nacional no governo Fernando Henrique Cardoso.
Senador da Republica-eleito pelo Estado da Paraíba por dois mandatos.
Atualmente é primeiro Suplente de Senador Pela Paraíba, eleito em 2018.

Foi agraciado com:

Ordem do Mérito das Forças Armadas - Grande Oficial (1997);
Ordem do Mérito Jornalístico - Grande Oficial - A.B.I. (1998);
Ordem do Mérito Militar - Grande Oficial (1998);[15]
Ordem do Mérito Naval - Grande Oficial (1998);[16]
Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho - Grande Oficial (1999);
Prêmio Imprensa Internacional, Brasília/DF (1998);
Prêmio Educação Lions Internacional do Clube do Rio de Janeiro (1999);
Medalha Brigadeiro Tobias - Polícia Militar de São Paulo;
Medalha Grande Oficial Ordem Nacional das Belas Artes;
Medalha de Ouro da ABTA - Associação Brasileira de Administração (1981);
Medalha Tiradentes (1992);
Medalha do Pacificador - Ministério do Exército (1995);
Medalha Coriolano Medeiros - Escola Técnica Federal da Paraíba (1997);
Medalha do Mérito Marechal Cordeiro de Farias - Escola Superior de Guerra (1999).
Medalha do Mérito Tamandaré (1999);
Medalha de Ouro Mérito Executivo Municipal de São João de Meriti - RJ (2000);
Medalha do Educador - Associação Brasileira de Educação - RJ (2000);
Medalha do Mérito Pedro Ernesto - Câmara Municipal do Rio de Janeiro - RJ (2000);
Medalha Mérito Tamandaré - Marinha do Brasil - DF (2000);
Medalha Rui Barbosa - Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro - RJ (2000);
Medalha do Mérito Policial Militar Coronel Elisio Sobreira - Polícia Militar da Paraíba-PB (2001);
Medalha Dr. Ulysses Guimarães - Ordem dos Parlamentares do Brasil - SP (2001);
Título de Cidadão Meritiense - RJ (1999);
Título de Cidadão Soledadense - Soledade - PB;
Título de Cidadão Patoense - Patos - PB;
Título de Cidadão Serrabranquense - Serra Branca - PB;
Título de Cidadão de Picuí - PB;
Título de Cidadão Carioca;
Título de Cidadão Enemérito do Rio de Janeiro;
Título de Cidadão Benemérito do Rio de Janeiro;
Título de Cidadão do Estado do Rio de Janeiro;
Título de Cidadão São Josiense-PB; (2001)
Título de Cidadão Marizopolense - PB; (2001)
Título Honorífico de Cidadão Iguaçuano - RJ (2000);
Troféu "Stella Prata" da Associação de Mulheres de Negócios do DF - (2000)
Membro da Academia Nacional de Educação;
Membro da Academia Nacional de Administração;
Membro da Academia de Educação do Estado do Rio de Janeiro;
Eleito em pesquisa realizada pelo DIAP uma das "100 Cabeças do Congresso Nacional" nos anos de 1997, 1998,1999 e 2000 nas categorias de articulador e formador de opinião.
Homenageado pelo Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro pela preocupação que sempre manifestou em defesa da importância do constante.
Ney foi agraciado com vários prêmios Internacionais, entre eles o Gusi Peace Prize - Manilha, Filipinas (2007)- Pela apresentação de projetos sobre transgênicos, célula-tronco e genéricos;  na ocasião também foram premiados Arnold Schwarzenegger , ministro da china, ministro da Economia da Grécia; entre outros.
Ney Suassuna também é pintor, segundo ele o seu gosto pelas artes é imprescindível.
Este é um pouco do perfil de Ney Suassuna que independente de concorrer a uma vaga na Academia Paraibana de Letras, por tudo que já produziu e produz é um membro internacional de muitas missões, inclusive cultural.
Ele deixou a sua Mensagem aos imortais:
“Se, por duas vezes- e em breve a terceira-, tive a chance de representar o Estado da Paraíba no Senado Federal, acredito que também seja chegado o momento de me alistar entre os legionários que não se cansam de lutar em prol da cultura e a educação do nosso povo. Esta, aliás, é uma bandeira que a minha família desfralda há muitas décadas e acabou se tornando uma espécie de marca registrada. Ela continua tremulando, mostrando a direção e ser tomada”.  Concluiu 

Nenhum comentário:

Postar um comentário