abril 04, 2018

RC inaugura Hospital Metropolitano de Santa Rita nesta quarta-feira


O governador Ricardo Coutinho inaugura, nesta quarta-feira (4), o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, referência em cardiologia e neurocirurgia. A solenidade está prevista para as 17h e constará de corte da fita, descerramento de placas e da estátua de Dom José Maria Pires e benção das instalações pelo arcebispo da Paraíba, Dom Manoel Delson. A Banda da Polícia Militar recepcionará os participantes e a Orquestra do Programa de Inclusão através da Música e das Artes (Prima) encerrará a solenidade. Pela manhã, às 10h, o chefe do Executivo estadual concederá entrevista coletiva e apresentará à imprensa as dependências da nova unidade de saúde.
O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, maior equipamento hospitalar público do Nordeste em sua especialização, representa um investimento de mais de R$ 150 milhões, sendo 85% de recursos próprios do Governo do Estado. O atendimento na unidade será referenciado (encaminhado pelos municípios) beneficiando a população dos 223 municípios da Paraíba.
Estrutura – O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires contará com 226 leitos, sendo 60 de UTI (adulto e pediátrico), além de serviço de diagnóstico por imagem, ambulatório, UTI e UTI Coronariana e Centro Cirúrgico. O Hospital possui heliponto com 40 metros quadrados e capacidade para receber todos os modelos de helicópteros comerciais.
O Hospital vai iniciar o atendimento à população com 135 leitos, sendo 26 leitos de observação, 61 de internação, 40 de UTI, oito leitos de recuperação pós-anestésico e um centro cirúrgico com cinco salas destinadas à cardiologia e neurologia.
Serviços – Os serviços imediatamente disponíveis na unidade serão: diagnóstico por imagem, funcionando 24 horas; duas salas de radiologia convencional; duas salas de angiografia; duas salas de tomografia; uma sala de ressonância magnética; uma sala de ultrassom com Doppler e Ecodoppler Arterial; dois eletrocardiógrafos; dois ecocardiógrafos; uma sala de ergometria, eletroencefalograma e eletroneuromiografia; seis consultórios para ambulatórios em cardiologia e neurologia (pediátrica e adulto) internação; Unidade de Terapia Intensiva e Coronariana – 40 leitos, sendo 10 deles para pediatria e cinco Salas de Cirurgia.

Secom

Ricardo



Ricardo Ousado
Ricardo Corajoso
Ricardo invejado
Ricardo Trabalhador
Ricardo...
Ricardo Coutinho.
Hoje ele me emocionou em seu discurso quando disse “Vida Longa ao Povo da Paraíba” por um instante me vi na porta dos hospitais onde estive por tantas vezes buscando socorro para irmãos sertanejos chegando a capital sem perspetivas e por tantas vezes enfrentando filas e filas em busca de uma internação prometida e não possível por falta de leitos, por falta de dedicação por parte dos antigos governantes.
Hoje presencio RICARDO inaugurando uma obra no porte do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires. Enxergo neste hospital dignidade, mais amor e atenção ao nosso povo Paraibano.
Ele disse “nosso estado deixou de sonhar pequeno, deixou de pensar pequeno” é isto que somos hoje, um estado valorizado com as ações de um RICARDO OUSADO E REALIZADOR DE GRANDES OBRAS.
Ricardo Vieira Coutinho, quem imaginava que você fosse marcar tanto a estória da Paraíba com seus feitos.
Oito anos de ação, passou rápido, mas, fica a marca de um homem digno de aplausos sinceros e merecidos.
Ainda não acabou, o hospital de Oncologia de Patos aliviará o sofrimento daqueles que mais precisam.
Que os invejosos engulam a própria incompetência de não saber o valor de tirar a Paraíba do atraso.
Ricardo tirou.
Hoje a PARAÍBA pode dizer que quem quer fazer FAZ.
Ricardo Fez
Ricardo Faz!
Viva o Trabalho!

Por Nena Martins
(Cidadã Paraibana)