outubro 21, 2018

João diz que Educação e Segurança serão tratadas como prioridades em seu governo



O governador eleito da Paraíba, João Azevêdo (PSB), revelou, em entrevista ao programa Tambaú Debate, exibido neste domingo (21), pela TV Tambaú, algumas das prioridades do seu governo, citou as primeiras medidas a serem tomadas e falou da montagem de sua equipe e da transição com o atual governo.

Ele elencou Educação e Segurança como as áreas que receberão atenção especial no seu governo e garantiu que a Paraíba não vai sofrer solução de continuidade nas políticas públicas que foram implantadas e no ritmo das obras.

“Sempre digo que a Educação é a mãe de todas as políticas públicas. Fizemos muito nos últimos anos e vamos continuar priorizando essa área, inclusive garantindo a abertura de mais 50 escolas de ensino em tempo integral já a partir de fevereiro. Segurança pública é uma preocupação nacional. A política de segurança implantada a partir de 2012 na Paraíba deu resultados com a redução de homicídios por sete anos consecutivos, e agora vamos ampliar essa política com investimentos em capacitação, tecnologia e inteligência”, destacou João.

Para Educação, além da abertura de 50 novas escolas com ensino integral no começo do ano, João reafirmou que vai ampliar programas como o Gira Mundo, PRIMA (Programa de Inclusão através da Música e das Artes), contratar 4 mil professores ao longo dos quatro anos do mandato e implantar, pelo menos uma Escola Técnica Cidadã Integral em cada cidade do Estado.

Já para Segurança, o governador eleito confirmou a implantação de Centros de Monitoramento e Controle nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Patos: a convocação dos 500 concursados da Polícia Militar e a realização de concursos anuais para recompor perdas naturais da tropa, como aposentadorias, por exemplo.

João revelou ainda que já está mantendo conversas com os deputados federais do Estado para garantir emendas ao Orçamento Geral da União para as obras e ações no ano que vem. Ele reafirmou que quer reunir toda a bancada federal no mês de janeiro para discutir com os 12 deputados federais e três senadores, as prioridades para a Paraíba junto ao Governo Federal.

O socialista falou ainda sobra à montagem da equipe de governo e transição, destacando que por se tratar de um governo de continuidade, não haverá sobressaltos. Ele disse que até o final de novembro quer está com a equipe formada e adiantou que vai anunciar os nomes via redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário