abril 26, 2018

TROFÉU GONZAGÃO HOMENAGEIA GRANDES ESTRELAS DA MÚSICA BRASILEIRA


Evento, que é considerado como o "Oscar do Forró", reúne mais de 800 convidados e mais de 100 artistas nacionais, na mesma noite.



Em sua décima edição, o maior prêmio da música nordestina será realizado, no dia 03 de maio de 2018, no Teatro do Centro de Convenções Raymundo Asfora, no Garden Hotel e Resort de Campina Grande, Paraíba. Trata-se de uma realização do Instituto Intercultural Brasil (INBRA), da Prefeitura Municipal de Campina Grande e do Sebrae Nacional.
O referido prêmio, que já conquistou muitos fãs na Europa, se prepara para receber e homenagear grandes estrelas da música brasileira. E por falar em estrela, a décima edição do Troféu Gonzagão 2018 prestará uma justa e grande homenagem a cantora paraibana Elba Ramalho, importante referência da música brasileira.

De acordo com Rilávia Cardoso, realizadora do evento “Elba além de ser uma das maiores artistas brasileiras, se destaca como atriz, produtora musical e instrumentista que teve um papel determinante para que o forró conquistasse os grandes palcos do mundo. Sua trajetória artística marcada pela voz inconfundível e energia extraordinária projetou o forró nas melhores casas de shows nacionais e internacionais” explicou.
Além de Elba, na mesma ocasião também serão homenageados o cantor e compositor Gonzaguinha (In Memoriam) pela genialidade e beleza da sua obra musical; o Trio Nordestino pelos seus 60 anos de sucessos ininterruptos e inesquecíveis; o Trio Mossoró que mantém única formação durante 62 anos de uma bela trajetória e vozes excepcionais; o cantor Flavio José que é reverenciado pela sua extensão vocálica incomum e naturalidade com que canta e toca seu acordeom. “Flávio tem uma lágrima na garganta” afirmou o também cantor Nando Cordel, admirado com o talento indiscutível do cantor.
Durante o evento, outros nomes também se destacam. É o caso do cantor, compositor e instrumentista Daniel Gonzaga, filho de Gonzaguinha, que tem honrado e dignificado o importante legado deixado pelo pai; Dorgival Dantas responsável por inúmeros sucessos emplacados em 2017; o cantor Mestrinho que se destaca como exímio instrumentista e produtor musical; o genial escritor, poeta e dramaturgo Bráulio Tavares; o produtor musical José Milton que assinou o trabalho de importantes nomes da MPB; o maestro Adelson Viana, notório arranjador, compositor e instrumentista; Ivan Dias e Frederico Zanforlin que têm feito um trabalho essencial na divulgação da música nordestina através do Festival Rootstok Brasil e Paulinho Rosa do Canto da Ema, importante empresário que abriu as portas para muitos artistas cantarem em sua casa de show.

É nessa pisada forrozeira que a noite de gala do forró reúne uma constelação de muitas outras estrelas e mais de 800 convidados. Nesse sentido, importa ressaltar que além de promover a cultura, a realização do Troféu Gonzagão propicia a divulgação e exposição de grandes marcas gerando negócios entre os próprios empresários, artistas e público em geral, além de possibilitar networking e, o mais importante, a prospecção de novos negócios através de contratação de shows entre empresários musicais, donos de casa de shows e artistas.
Breve histórico - Há 10 anos, dentro de uma clínica de odontologia em Campina Grande, surgia aquele que seria o maior evento da música nordestina: o Troféu Gonzagão – o "Óscar do Forró". Idealizado pelos dentistas Ajalmar Maia e Rilávia Cardoso, o prêmio nasceu com a proposta de difundir e preservar a história construída, musicalmente, por muitas mãos e vozes, através de importantes referências musicais que se destacam no Nordeste, no Brasil e em muitos outros países.

Com esse intuito, em 2008, foi realizada sua primeira edição homenageando o Rei do Baião Luiz Gonzaga. Em 2018, o Troféu Gonzagão representa um marco comemorativo e histórico do evento que ao longo de 10 anos homenageou artistas como Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, Alceu Valença, Zé Dantas, Marinês, Sivuca, Nando Cordel, Raimundo Fagner, Alcione, Genival Lacerda, Geraldo Azevedo, Quinteto Violado, Falamansa, Carlinhos Brown além de cineastas, escritores, cordelistas e demais ativistas culturais que promovem a divulgação e preservação do forró. 
Para o doutor Ajalmar Maia “o Troféu Gonzagão é a evocação de uma cultura que tem como bandeira o forró e que se constitui, também, como uma forma de exaltar as brilhantes expressões artístico-culturais do nosso país”.





















Confira aqui como foi o Troféu Gonzagão 2017 !


Fonte: Geneceuda Monteiro
Jornalista - DRT/PB: 1.641 
 
            

Nenhum comentário:

Postar um comentário