fevereiro 21, 2018

Subcomissão para o 8º Fórum Mundial da Água será instalada nesta quinta


O Senado terá uma subcomissão temporária para tratar do Fórum Mundial da Água. A oitava edição do evento acontece em Brasília, entre os dias 18 e 23 de março. O grupo funcionará no âmbito da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) e será instalado nesta quinta-feira (22), às 10h30, no plenário do Senado.
O senador Jorge Viana será o presidente da subcomissão temporária. Ele recebeu o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, na noite desta terça-feira (20) para tratar dos últimos preparativos do encontro. De acordo com Viana, Rollemberg, quando senador, esteve ao seu lado na luta para trazer o fórum para a cidade e está dando todo suporte para que “tenhamos o melhor fórum”. Ele explicou ainda que estão organizando a participação parlamentar no fórum, pois essa é uma parte muito importante.
— Estaremos lá fazendo um debate de qual lei aperfeiçoar ou criar para que se possa ter água como um direito a que todos têm que ter acesso — explicou.
Rollemberg garantiu que a cidade está preparada para receber o evento e ressaltou que é uma grande oportunidade para o Brasil, para a América Latina e para a humanidade.
— É uma oportunidade de reunir os maiores especialistas do tema do mundo, tanto do ponto de vista científico, quanto político e jurídico para que possamos encontrar caminhos comuns que possam garantir o compartilhamento da água de forma pacífica e que todos possam utilizá-la para o bem da qualidade de vida do próprio planeta e das populações que vivem nele — comentou.
Audiência pública
Logo após a instalação e eleição da subcomissão, haverá uma audiência pública com o objetivo de debater a escassez de água e as ameaças à estabilidade da ordem internacional, dentro dos preparativos para o 8º Fórum Mundial da Água. Foram convidados o diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) e secretário executivo do 8º Fórum Mundial da Água, Ricardo Medeiros de Andrade e o diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal - ADASA e Co-Presidente do Comitê Internacional Organizador do Fórum, Paulo Sérgio Salles.
Em entrevista à Rádio Senado, os dois falaram sobre o evento que deverá ter a participação de cerca de 40 mil pessoas. Serão mais de 200 debates e sessões sobre diversos temas relacionados à água. Ricardo Andrade destacou a Vila Cidadã, que ocupará uma área de 10 mil metros quadrados e funcionará do dia 17 ao dia 23 de março de 2018, das 9h às 21h, no Estádio Nacional Mané Garrincha. A entrada será gratuita e os visitantes deverão se cadastrar no local ou previamente, no site do evento.
— Haverá agenda técnica e cultural na vila cidadã, teremos festival de cinema amador e profissional, arena para debates, espaço dedicado ao GDF onde o governo vai comunicar com a sociedade o que está fazendo, terá mercado de soluções na vila com mais de 60 experiências selecionadas entre em mais de mil propostas mostrando como o cidadão comum resolve seu problema de água, coisas de fácil replicação que serão compartilhadas durante sete dias — explicou.
Paulo Salles apontou quais serão as principais questões tratadas no Fórum.
— Vamos abordar vários aspectos relacionados com a água e os grandes temas certamente estarão presentes, a questão dos efeitos climáticos, como o clima afeta as questões relacionadas com a água; questões relacionadas com o desenvolvimento econômico; a questão dos ambientes urbanos; a importância da manutenção dos ecossistemas para que a gente tenha a circulação da água no ciclo hidrológico de uma maneira natural, e garantindo que a água seja distribuída naturalmente em todo o planeta.
O senador Roberto Muniz (PP-BA) é integrante da Comissão do Processo Político do Fórum, que fornece orientações sobre o programa político e promove a conexão entre autoridades oficiais em nível mundial. Ele lembrou que cada um de nós pode ser um fator de modificação e de transformação no uso da agua para que esse bem esteja disponível para todos os brasileiros.
— Precisamos ter uma ação pessoal de cada um. Água está no nosso dia a dia. Vimos São Paulo viver uma crise hídrico e superarem dois anos depois. Percebemos que através da educação ambiental, o consumo caiu 15%, afirmou em entrevista à Rádio Senado.
Sobre o Fórum
O Fórum Mundial da Água, organizado pelo Conselho Mundial da Água, é o maior evento global sobre o tema água e contribui para o diálogo do processo decisório sobre o tema em nível global, visando o uso racional e sustentável desse recurso. O evento ocorrerá de 18 a 23 de março de 2018 e envolverá governo, sociedade civil, empresas e instituições científicas nos debates sobre oferta e preservação de recursos hídricos. O Centro de Convenção Ulysses Guimarães vai abrigar as atividades do encontro com mais de 200 debates e sessões. O Estádio Nacional Mané Garrincha vai abrigar a área de exposições (Expo) e a Feira.
Para mais informações:
Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário