novembro 15, 2017

CORTES EM EMENDAS “Sempre defendi recursos para o Canal Piancó e lamento que outros parlamentares tenham aprovado fundão”, diz Wilson Filho

O deputado federal Wilson Filho (PTB) rebateu a notícia de que era contrário à destinação de recursos para o Ramal Piancó, o terceiro eixo da Transposição na Paraíba. Ele lembrou que desde o ano passado vem defendendo a inclusão dessa obra entre as prioridades para o Orçamento Geral da União e lamentou que parlamentares tenham aprovado o fundo partidário, que resultou em cortes nas emendas.

 “Como coordenador da bancada federal sempre defendi recursos para esta obra. Inclusive, no ano passado, quando alguns defenderam que as emendas de bancada deveriam contemplar apenas as cidades de João Pessoa e Campina, eu defendi a inclusão do ramal Piancó, que vai matar a sede e garantir a segurança hídrica de muita gente. Em uma decisão conjunta, optamos por destinar R$ 33.494.991,00 milhões para esta intervenção, pois sabemos da crise financeira que vivemos e que outras áreas também precisam de verba”, comentou.

Wilson Filho destacou que infelizmente alguns parlamentares votaram a favor do fundo partidário e isso acabou tirando recurso do que era prioridade, como por exemplo essa obra, que ficou com cerca R$ 23 milhões. “Fui contra esse fundo, mas fui voto vencido. Esse recurso deveria ser revertido para obras em benefício do povo e os políticos deveriam arranjar formas de baratear as campanhas”, defendeu.
 
Assessoria 

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL Cidade Viva promove exposição bíblica


Quem for ao Dia da Família, no feriado da República, desta quarta-feira (15) à tarde, no Campus Metropolitano Cidade Viva (BR 101 km 8), terá a oportunidade de visitar o Museu Itinerante da Bíblia da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). O museu conta a história dos manuscritos descobertos do cristianismo, do velho testamento e exemplares de vários séculos e tamanhos, contando de que forma a Bíblia chegou até a vida das pessoas.
O museu, que ficará aberto das 14h às 19h desta quarta-feira (15) no Campus Metropolitano Cidade Viva (https://goo.gl/PLFE1L), é uma viagem ao conhecimento bíblico e histórico e surpreende pela quantidade de manuscritos pelas telas touch. As pessoas poderão ainda visualizar a história das traduções da Bíblia, desde a Septuaginta, Vulgata latina, King James e até a Revista e Atualizada de João Ferreira de Almeida. Os visitantes também poderão sentir os aromas do tempo de Jesus, como a Mirra (aroma dado quando Jesus nasceu), o Nardo (aroma utilizado por Maria antes da morte do Salvador), líbano, aloés, Rosa de Sarom, e de tantos outros aromas relatados na Bíblia. O museu este ano também faz uma alusão à Reforma Protestante, que no último dia 31 de outubro completou 500 anos.
O Dia da Família deste ano também terá uma programação bem diversificada na tarde dessa quarta-feira no Campus Metropolitano Cidade Viva que inclui ainda as novidades como a ‘1ª Corrida Cross Country Cidade Viva’ e uma exposição de carros antigos de colecionadores.
As atividades, que começam a partir das 14h e se estendem até 19h no feriado, também incluem uma série de diversões para as crianças como brinquedos infláveis, jogos de tabuleiros, práticas desportivas (vôlei, futebol, basquete, spiriball), momentos de comunhão e louvor com as bandas de louvor da Cidade Viva e o tradicional piquenique das famílias, que será realizado na mata atlântica ao redor da Capela do Campus Metropolitano. As famílias podem trazer as suas toalhas, cadeiras e a cesta de lanches para passar um feriado diferenciado, com uma programação que é mais uma vez totalmente gratuita. Para quem optar por não levar sua cesta de comidas, o Restaurante Raízes da Cidade Viva informa que vai estar aberto para servir lanches como, por exemplo, açaí e também espetinhos.
Para o presidente do Sistema Cidade Viva, Sérgio Queiroz, o Dia da Família “é um momento para resgatar e vivenciar a importância da convivência familiar, com amigos e vizinhos em um ambiente tranquilo e respeitoso. Milhares de pessoas anualmente fazem esse congraçamento com os piqueniques e uma programação bastante diversificada e neste ano com muitas novidades, atendendo assim as várias faixas etárias da família da Grande João Pessoa”, comentou. O Dia da Família é uma oportunidade para muitos também conhecerem o Campus Metropolitano Cidade Viva e as novas estruturas do Projeto Cidade Viva.
O que é Godstock – Surgido em 2011, o movimento Godstock é uma onda de amor em favor da dignidade do ser humano, que combina ações de arte, cultura, cidadania, de valorização da família no padrão bíblico e de evangelismo a serviço da população. Praticar o bem, cuidar do próximo, doar um pouco de si, ser engajado ativamente na sociedade e também e responsável pela construção de um mundo melhor. Esta é a proposta do Godstock, que tem no slogan “Quando o amor vence” atitudes que compartilham a prática do amor de Deus ao próximo com os abrigos e orfanatos de crianças, centros de reabilitação de adolescentes, nos abrigos de idosos, nos presídios (feminino e masculino), nos hospitais e com os moradores de rua durante todo o ano. No mês de novembro, as ações são intensificadas com a chegada de milhares de voluntários.
Modelo em expansão pelo País – O movimento Godstock já integra o calendário oficial do município de João Pessoa e do Estado da Paraíba. Idealizado pela Cidade Viva, as ações do projeto são realizados anualmente na Paraíba nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Sapé e Conde, mas o modelo está vivendo o período de expansão. Neste ano de 2017, serão realizadas ações do Godstock em nove Estados com a participação de voluntários de 60 igrejas de 18 denominações em nove Estados do país, durante todo o mês de novembro. A programação completa do Godstock 2017 pode ser conferida no portal http://cidadeviva.org/godstock/#top
MaisPB

ALPB Projeto de Lei pode obrigar prova de redação em concursos na PB


O deputado estadual Raniery Paulinho (PMDB) apresentou na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o Projeto de Lei 1.671/2017, que dispõe sobre a inclusão de prova de redação nos concursos públicos realizados no Estado da Paraíba.
Nas linhas do PL diz que todos os concursos públicos realizados no Estado da Paraíba seja, na área direta ou indireta autarquias ou funções públicas para o preenchimento de quaisquer cargos públicos efetivos ou provisórios, haverá sempre uma prova de redação adequada ao nível do concurso, a ser aplicado pelo órgão responsável pelo certame.
O deputado Raniery Paulino disse que a apresentação do projeto veio depois de recente diálogo estabelecido com membros da Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia da Paraíba sendo possível tomar conhecimento da edição da Lei Nº 7.037 de 20 de setembro de 2007, pelo Governo do Estado do Piauí.
De acordo com o parlamentar, a ideia principal é evitar fraudes nos concursos públicos realizados no Estado, na medida em que a exigência da realização da prova de redação dificulta a clonagem da prova, ou seja, “fazer uma prova de redação e passar para alguém copiar a tarefa ímpar quase impossível”.
Para o deputado, a redação tem caráter subjetivo e serve não somente para evitar fraudes, mas também para avaliar questões gramaticais e do próprio entendimento do candidato sobre o tema. “Quem estuda e se prepara para concursos públicos não teme a esse tipo de prova, além de servir para evitar fraudes, inclusive por parte da banca organizada”, acrescentou Ranirey.
MaisPB

Wilson Filho toma posse no Parlasul e defende concordância para criação da Zona Franca do Semiárido

POLÍTICA INTERNACIONAL

Wilson Filho toma posse no Parlasul e defende concordância para criação da Zona Franca do Semiárido  


O deputado federal Wilson Filho (PTB) tomou posse nesta segunda-feira (13) como membro do Parlamento do Mercosul (Parlasul), em Montevidéu, no Uruguai. O paraibano terá como bandeira o desenvolvimento regional, mas especificamente sobre a Decisão do Conselho do Mercado Comum (CMC) 8/1994, que trata sobre a não concordância automática para criação de qualquer Zona de Livre Comércio nos países membros. A Sessão Plenária foi presidida pelo deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), que também deu posse a outros três brasileiros.

“Nós vamos expor a PEC 19/2011, de nossa autoria, que cria a Zona Franca do Semiárido. Penso que as peculiaridades dessa região nordestina, quanto a sua condição climática e a situação social da população, são motivos justificáveis para o estabelecimento de uma área de livre comércio. Além disso, o Brasil tem uma dívida histórica com essa região. Não tenho dúvidas que o desenvolvimento do Semiárido passará pela criação da Zona Franca”, defendeu.

A Norma, além de não concordar com o estabelecimento de novas áreas, também fixa prazos e regras para o funcionamento das Zonas Francas de Manuas (Brasil) e de Tierra Del Fuego (Argentina).

O Parlasul é o órgão democrático e legislativo da representação civil dos Países do Mercosul: Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela. Ele tem sede Montevidéu, no Uruguai, e é composto por 139 parlamentares, que se dividem por país segundo a proporção populacional. Atualmente, o Brasil é representado por 75 parlamentares; a Argentina, por 43; a Venezuela, por 23; o Uruguai e o Paraguai, por 18 cada.

Zona Franca do Semiárido – O projeto que cria a Zona Franca do Semiárido Nordestino (PEC 19/11) propõe uma área de livre comércio entre 93 municípios, para exportação e importação com incentivos fiscais, pelo prazo de 30 anos. A isenção proposta beneficia parte dos nove estados do Nordeste e de Minas Gerais, partindo da sede que será em Cajazeiras, no Sertão paraibano, em um raio de 100 quilômetros. A estimativa é que o projeto possibilite a criação de cerca de 1 milhão de empregos diretos e indiretos.

A proposta já foi aprovada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), e na Comissão Especial formada para analisar a matéria, aguardando apenas votação em plenário.

Assessoria 

Wilson Santiago ressalta a importância da construção da Transparaíba - Adutora que será construída com recursos próprios pelo governo do Estado e irá beneficiar a população do Curimataú.

Wilson Santiago ressalta a importância da construção da Transparaíba - Adutora que será construída com recursos próprios pelo governo do Estado e irá beneficiar a população do Curimataú.


O governador Ricardo Coutinho assinou nesta terça-feira (14), a ordem de serviço para o início da construção da TransParaíba – Adutora do Curimataú, a maior obra hídrica do Estado construída com recursos próprios, que vai levar água até as residências dos habitantes de 19 municípios que enfrentam problemas de abastecimento. A adutora faz parte do Programa Mais Trabalho e receberá investimentos na ordem de R$ 329 milhões. O Presidente do PTB, Wilson Santiago,ressalta a importância que tem a adutora para população do Curimataú.

A adutora faz parte do Programa Mais Trabalho e receberá investimentos na ordem de R$ 329 milhões. O sistema adutor Curimataú corresponde ao Segmento II da Transparaíba. Esse segmento apresenta uma extensão de mais de 350 km, com diâmetro variando entre 150 mm a 600 mm, uma estação de tratamento que irá trazer água de qualidade a população com capacidade de tratar mais de 544 l/s, e ainda serão construídas 21 estações de bombeamento, beneficiando em final de plano 150 mil habitantes em 19 municípios.