outubro 27, 2016

Sistema criado na UFCG é adotado para agilizar trabalho da Polícia Federal no país

UFCG


Com o novo sistema, a expectativa é de uma economia anual de 14 milhões de folhas de papel que estavam sendo utilizadas pela PF na instauração de inquéritos.
A Polícia Federal (PF) oficializou, na última sexta-feira (21), a adoção do Sistema de Gestão da Atividade de Polícia Judiciária (ePol), desenvolvido pela PF em parceria com o Departamento de Sistema e Computação da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). O novo sistema vai ser adotado em todo o Brasil e deve tornar mais rápido o registro, acesso e manutenção das informações inseridas no sistema.
Com o novo sistema, a expectativa é de uma economia anual de 14 milhões de folhas de papel que estavam sendo utilizadas pela PF na instauração de inquéritos.
“A instituição cresceu muito e o ePol surge para simplificar a investigação. A partir dele vamos agregar informações, dar agilidade e eficiência aos inquéritos. O ePol será sempre um sistema inacabado, nosso objetivo é trazer, constantemente, novas funcionalidades para ele”, afirmou o Diretor-Geral da Polícia Federal, Leandro Daiello.

De acordo com a PF, o sistema vai ser adotado em todo o Nordeste e, em breve, nas demais unidades do órgão.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...