Governo e Banco do Nordeste discutem operacionalização de crédito rural na Paraíba

Exibindo emater e BNB discute operalizacao de credito rural na paraiba (1).JPG

Para discutir e nivelar procedimentos de operacionalização do crédito rural na Paraíba perante o Banco do Nordeste, o Governo do Estado, por meio da Gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater (GU), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Agropecuário e Pesca (Sedap), reuniu, na manhã desta quinta-feira (20), na sede do Instituto de Terras e Planejamento Agrícola (Interpa), gerentes do BNB e coordenadores das 15 regionais da Emater-PB no Estado.
De acordo com o superintendente do BNB na Paraíba, Wesley Mácio Gonçalves Maciel, sem a presença dos técnicos da Emater na elaboração de projetos, dificilmente o banco poderia atender aos agricultores e contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas. “O fruto do nosso trabalho é beneficiar a quem mais precisa, que é o agricultor familiar e o trabalho da Emater alia o conhecimento técnico e a aptidão de cada agricultor”, destacou.
Durante a abertura da reunião, o presidente da Gestão Unificada, Nivaldo Magalhães, enalteceu a parceria entre as duas instituições que vem contribuindo ao longo dos anos para melhorar a qualidade de vida dos agricultores familiares paraibanos, e chamou a atenção dos técnicos para intensificar e priorizar também as ações do Programa Nacional Fundiário na Paraíba, mesmo estando em uma posição favorável no montante de aplicações no Norte/Nordeste ocupando o quarto lugar.
Ao participar da abertura do evento, o diretor técnico, Vlaminck Saraiva, lembrou que este é o segundo encontro promovido com coordenadores da Emater e gerentes do banco visando avaliação das atividades desenvolvidas entre os dois órgãos, fortalecendo a parceria e que têm trazido melhores resultados perante os agricultores paraibanos.
Entre outros temas, durante todo dia, o coordenador de operações da Emater, Alexandre Alfredo, os extensionistas e gerentes do BNB debateram aspectos do Plano Safra 2015/2016, a operacionalização do Agroamigo Mais, metas do Pronaf, renegociação de dívidas, fornecimento de Declaração de Aptidão do Produtor (DAP) para clientes de assentamento e que precisam de renegociações, além de seguro rural.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

CNM convoca gestores para mobilização no Congresso Nacional nos dias 7 e 8 de agosto

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.