abril 01, 2013

Dilma se reúne com governadores do NE nesta terça; Ricardo confirma presença

A presidenta garantiu que o governo federal terá um programa de recomposição do rebanho morto em decorrência da maior seca da região nos últimos 50 anos.


Dilma e Ricardo


Governadores do Nordeste estarão reunidos com a presidenta da República, Dilma Rousseff, nesta terça-feira (02), em Fortaleza (CE). O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, confirmou presença no encontro. O encontro entre Dilma e os governadores ocorrerá durante a reunião da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).
O governador Ricardo Coutinho viaja no início da noite para a capital cearense. Ele participará da reunião prévia, durante café da manhã, com o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB). O objetivo é unificar as propostas dos estados nordestinos e definir uma proposta de consenso sobre a seca. A justificativa é que a situação é semelhante em todos os estados. Além dos nordestinos, participarão os governadores do  Espírito Santo e Minas Gerais.
Devem acompanhar Ricardo Coutinho à reunião da Sudene os secretários João Azevêdo Lins Filho (Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia), Marenilson Batista (Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca) e Efraim Morais (Infraestrutura). A expectativa é que a presidenta apresente propostas e ações para reduzir as consequências da seca no semiárido nordestino.
Medidas emergenciais

Duas medidas já estão definidas: prorrogação do Bolsa Estiagem e do Garantia-Safra. A Bolsa Estiagem assiste agricultores familiares com renda até dois salários mínimos em municípios em situação de emergência ou calamidade pública. O Garantia-Safra é destinado aos agricultores cuja produção foi prejudicada pela seca. Mas outras ações serão discutidas, como perfuração de poços cartesianos e fornecimento de mais carros-pipa através do Exército e Defesa Civil Estadual, a questão da alimentação animal e a logística de navios para trazer milho para o nordeste.
Ainda em Pernambuco, durante inauguração da primeira etapa da adutora do Pajeú, Dilma garantiu que o governo ampliará ações em andamento no sertão nordestino, como o trabalho do Exército na operação carro-pipa de abastecimento e a venda de milho aos pequenos produtores a preços mais baixos que os de mercado, mas ressaltou que é preciso discutir o futuro pós-seca.
A presidenta garantiu que o governo federal terá um programa de recomposição do rebanho morto em decorrência da maior seca da região nos últimos 50 anos, mas ressaltou que precisam ser tomadas ações para que as perdas de animais não voltem a acontecer com tanta intensidade.
Estarão em pauta na reunião dos governadores do Nordeste com a presidenta Dilma Rousseff três resoluções que tratam da atuação do Governo Federal em relação à seca que atinge o Nordeste. O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, apresentará um balanço das ações implementadas para enfrentar a estiagem e anunciará novas medidas a serem adotadas. Uma das resoluções das resoluções a serem apreciadas pelos conselheiros se refere à autorização concedida ao Banco do Nordeste para promover a adequação do Plano Aplicado do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) dos exercícios de 2012 e de 2013, dando continuidade ao Programa Emergencial para a Seca.
Resolução
Uma outra resolução, de Nº 62, trata da autorização ao Banco do Nordeste do Brasil para "proceder a suplementação do orçamento dos recursos do Programa Emergencial para Seca, no exercício de 2012, em R$ 130 milhões, de forma que a dotação adicional, aprovada pela Resolução Condel nº 062/2012, passasse de R$ 150 milhões para R$ 280 milhões, a fim de perfazer o total de R$ 1,78 bilhão, valor equivalente à demanda daquele ano; como também, a reprogramação da dotação de 2013, do Programa Emergencial para a Seca, reduzindo-a de R$ 250 milhões para R$ 120 milhões".

do portal correio

Wilson diz que deixa PMDB para não ficar a reboque de vontades pessoais

José Maranhão minimizou a saída do colega e acredita que o maior prejudicado será o próprio ex-senador.


Wilson Santiago



“A falta de perspectiva no que se refere ao diálogo e ao debate para a construção de um projeto político” foi o que levou o ex-senador Wilson Santiago a deixar o PMDB. De acordo ele, sua situação dentro do partido se tornou insustentável depois que suas declarações foram destorcidas por lideranças peemedebistas. Wilson ingressará ao PTB na próxima quarta-feira (3) e assumirá a presidência da legenda do Paraíba.
“O Partido virou espaço para servir aos interesses de poucos, deixou de fazer política grande e isolou em torno de vontades pessoais. (...) Eu não acredito em partido e em projeto de futuro sem ele ser construindo ouvindo os atores, que é a própria população e, com isso, somar as pretensões dos demais, que são os demais partidos e construir um projeto de futuro para Paraíba”, justificou Wilson Santiago.
O presidente do PMDB da Paraíba, José Maranhão, afirmou nesta segunda-feira (1) que não foi comunicado oficialmente sobre a desfiliação de Wilson Santiago. Ele minimizou a saída do colega e acredita que o maior prejudicado será o próprio ex-senador.
“O maior prejuízo é para ele que deixa o partido da expressão do PMDB” disse Maranhão ao Portal Correio. Já Wilson rebateu a declaração do peemedebista e destacou que “é o tempo futuro que dirá isso”.
Segundo Wilson suas declarações foram distorcidas por alguns “importantes peemedebistas”. “A minha fala foi distorcida e foi passado que Wilson Santiago estaria contra a candidatura de A ou de B. O que eu queria e acho que é o caminho é que devemos construir o projeto, respeitando os demais, até para se contrapor para o já existente, e em seguida buscar os nomes, buscar as composições políticas, resgatar as alianças construídas na eleição passada e a partir daí buscar os nomes para a chapa majoritária”, explicou.
Wilson Santiago assumirá a presidência do PTB e comentou os objetivos já no comando da legenda. “O nosso objetivo dentro do PTB é ampliar a atual estrutura do partido e buscar novos filiados, construir um projeto de futuro para o partido. Iremos lançar candidato a deputado estadual, a deputado federal e lançar também candidato a chapa majoritária” afirmou.
A solenidade de filiação de Wilson Santiago ao PTB será realizada na próxima quarta-feira (3), às 15h, no Diretório Nacional do partido, em Brasília (DF). O evento contará com a presença de lideranças do partido e do país.
Wilson Santiago será entrevistado nesta segunda-feira (1), às 21h, no programa Rede Debate, da RCTV.

do portal correio