julho 24, 2013

Nonato Bandeira: "Duda Mendonça foi contratado por determinação do governador Ricardo Coutinho"



O vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira, disse achar muito estranho o governador Ricardo Coutinho vir a público, ao se defender das acusações da Polícia Federal no inquérito sobre o programa 'Jampa Digital', negar que tenha sido o responsável pela contratação do publicitário Duda Mendonça em 2010, atribuindo tal decisão a Nonato, à época coordenador de sua campanha e do vice Rômulo Gouveia ao Governo da Paraíba.

 "É absolutamente natural e fundamental que uma campanha política contrate uma agência de marketing e pague pelo trabalho de sua equipe. Tudo dentro da legalidade, é claro. E essa é uma decisão tão importante tomada por um candidato majoritário que dela pode depender o resultado das eleições. A última palavra sempre é do cabeça de chapa. E se tratando de Ricardo então, que nunca foi de terceirizar decisões mesmo nas maiores adversidades, jamais ele abriria mão de bater o martelo na hora das definições. Por isso estranho esse seu comportamento atual e ainda por cima de caráter retroativo", analisou Nonato Bandeira.

Na época da disputa de 2010, recorda o vice-prefeito, algumas opções de agências foram apresentadas: duas paraibanas, uma de Pernambuco e a Duda Mendonça. "Depois de ouvir os membros da coordenação da campanha, todos escolhidos por ele, Ricardo optou por Duda Mendonça pela sua reconhecida capacidade técnica e também pela necessidade de se criar um fato político de impacto, já que as pesquisas, os partidos e as adesões só favoreciam ao então governador José Maranhão. E eu concordei com ele e advoguei a tese".

Sobre seus contatos com Duda Mendonça, Nonato informou que ambos tratavam apenas das estratégias de comunicação. "Eu só conheci Duda, na verdade, quando ele já estava contratado pelo financeiro da campanha e veio apresentar as peças publicitárias em um hotel de João Pessoa. Em todas as campanhas majoritárias (2004, 2006, 2008, 2010 e 2012) que integrei as coordenações jamais cuidei de recursos financeiros. Só cuido de duas coisas: política e comunicação", afirmou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário