Médicos paraibanos realizam mais uma paralisação

Atendimentos de urgência e emergência estão garantidos.

Mais uma paralisação dos médicos acontece nesta terça e quarta-feira, 30 e 31. Segundo informações do Conselho Regional de Medicina, serão suspensos os atendimentos da rede pública e privada apenas pela manhã. Urgência e emergência estão garantidas durante todo o período

A paralisação é um protesto contra o caos dasaúde e as recentes medidas do governo federal. Os atendimentos serão normalizados no período da tarde e os casos de urgência e emergência serão atendidos normalmente por equipes de plantão. As cirurgias eletivas (marcadas previamente), consultas e exames serão suspensos durante o período da manhã e serão remarcadas.
O movimento é nacional e coordenado pelas entidades médicas (Conselho Regional de Medicina, Sindicato dos Médicos e Associação Médica). Os médicos protestam contra as últimas medidas do governo federal, como o programa  Mais Médicos, e os vetos à Lei 12.842 (Ato Médico), que regulamenta a profissão. A categoria não aceita a decisão do governo federal de trazer para o país médicos estrangeiros sem a revalidação do diploma, ou seja, sem realizarem a prova Revalida, que atesta o conhecimento da língua e os conhecimentos adquiridos em universidade que não seja brasileira.
“Não somos contra os médicos estrangeiros. Mas não podemos aceitar a vinda desses profissionais sem revalidação de diploma. Além disso, o problema maior da saúde brasileira não é a carência de médicos, e sim a falta de investimento, gestão e infraestrutura”, destacou o presidente do CRM-PB, João Medeiros.
Na terça (30), os médicos estarão reunidos, a partir das 9h, na sede do CRM. Na quarta, 31, eles se reúnem na Assembleia Legislativa para debater o programa “Mais Médicos” com os deputados estaduais. “Queremos mostrar à população que os médicos estão conscientes do seu papel social e do seu dever como profissional. Não somos responsáveis pela falta de assistência à saúde da população”, completou o presidente do Sindicato dos Médicos da Paraíba, Tarcísio Campos.
 
do wscom

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.

TERMO DE DOAÇÃO