maio 07, 2013

Ministro da Justiça lança programas de combate a violência na 4ª; PB receberá R$ 100 milhões

O objetivo é reduzir crimes letais contra a vida na cidade de João Pessoa (eleita pela ONG mexicana 'Segurança, Justiça e Paz', como a 10ª cidade mais violenta do mundo), e nos demais municípios do Estado.


 O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, lançará na próxima quarta-feira (8) dois programas de combate a violência na Paraíba. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (6) pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), que explicou que os recursos serão na ordem de R$ 100 milhões.
O evento ocorrerá às 16h da próxima quarta, no Palácio da Redenção, em João Pessoa. O objetivo é reduzir crimes letais contra a vida na cidade de João Pessoa (eleita pela ONG mexicana 'Segurança, Justiça e Paz', como a 10ª cidade mais violenta do mundo), e nos demais municípios do Estado.
Os programas 'Brasil Mais Seguro' e 'Crack, é Possível Vencer' têm como foco a recuperação de delegacias, fortalecer o serviço de inteligência das polícias, o enfrentamento às drogas, o combate às organizações criminosas, a melhoria do sistema prisional, a segurança pública para grandes eventos, a criação do Sistema Nacional de Informação em Segurança Pública e a redução da criminalidade violenta.
Brasil Mais Seguro
O programa Brasil Mais Seguro tem por objetivo induzir e promover a atuação qualificada e eficiente dos órgãos de segurança pública e do sistema de justiça criminal, focado na qualificação dos procedimentos investigativos e na maior cooperação e articulação entre as Instituições de Segurança Pública e o Sistema de Justiça Criminal (Poder Judiciário e Ministério Público).
O Brasil Mais Seguro prevê três eixos de atuação: melhoria da investigação das mortes violentas; fortalecimento do policiamento ostensivo e de proximidade (comunitário); e controle de armas.
O programa foi instalado em Alagoas há dez meses e a parceria entre os governos federal e estadual demonstrou que o Estado conseguiu o melhor resultado na redução dos índices da violência no período, cerca 12% no Estado e 23% na capital Maceió.
Crack, é Possível Vencer
As chaves da primeira base móvel de monitoramento do programa Crack, é Possível Vencer, foram entregues ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em São Paulo, no início do mês passado. As bases – ônibus equipados com câmeras e computadores e que podem ser usados em ações de observação e investigação - serão utilizadas para monitoramento nas cidades que já aderiram ao Programa. Com investimento de R$ 49 milhões, 70 unidades chegarão aos 27 estados.
O programa Crack, é Possível Vencer, é executado em parceria pelos ministérios da Justiça, da Educação da Saúde e do Desenvolvimento Social e os governos estaduais e prefeituras. Desde 2012, programa Crack é Possível Vencer entrega equipamentos de segurança pública para as unidades da federação. Fazem parte desse pacote armas de menor potencial ofensivo, motos, carros, entre outros.
Além das 20 câmeras, que permitem a visualização da venda e do consumo de drogas, os ônibus têm banheiro e funcionam como escritórios bem equipados.

portal correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...