RC elogia polícia pelo Caso Fernanda e chama críticos da investigação de 'doentes'


Ricardo elogiou a polícia que, segundo ele, descobriu um caso extremamente difícil.

O governador Ricardo Coutinho (PSB) comentou, na manhã desta terça-feira (9), sobre o desfecho do caso Fernanda Ellen. Durante entrevista no Palácio da Redenção, ele elogiou o trabalho das forças de Segurança Pública do Estado e chamou de 'doentes' as pessoas que andaram criticando o trabalho de investigação da polícia no caso. O corpo de Fernanda, de 11 anos, foi encontrado no início da noite desta segunda-feira (8) enterrado no quintal da casa do vizinho, que foi preso graças à identificação de uma garota de programa.
Durante a entrevista, Ricardo elogiou a polícia que, segundo ele, descobriu um caso extremamente difícil, no entanto, lamentou e criticou possíveis comentários negativos proferidos por agentes políticos sobre o caso. “Somente àqueles com interesses contrários que não conseguiram perceber que as coisas [Investigação] estavam andando bem. São pessoas que ficam, na verdade, frustradas por verem a policia atuando tão bem”, declarou.
O governador disse que pessoas criticam a policia só podem ser doente. “Sinceramente, eu acho que alguém dizer algo como esse só pode ser um doente. Se for um analista político, é um doente e se for qualquer outra pessoa também”, disparou.
“Enquanto alguns ficaram divulgando [informações falsas] ou tirando proveito partidário disso, a polícia continuava atuando, trabalhando em silêncio e eu dava plenas condições para a polícia trabalhar, deixando-a imune a este tipo de exploração”, seguiu.
Ricardo disse ainda que fora a família, que pela dor cobrava um desfecho para o caso, tinha gente querendo conduzir investigações por fora da Polícia, “por uma disputa partidária, tanto por parte dos políticos como de outros setores”.
O governador criticou ainda as especulações que o caso gerou. “Era algo inadmissível, de total falta de respeito, com a família e com a Polícia”.
Governador acha que pessoas tentaram tirar proveito político do caso
Ele lembrou ainda do caso da menina Madeleine, que desapareceu de um hotel em Portugal em 2007 e mesmo com a Interpol atuando na investigação, ela ainda não foi encontrada.
“Acho que essas pessoas que tentaram tirar proveito político deste caso deveriam baixar a cabeça uma única vez e pedir desculpas, ao invés de ficar exercendo este tipo de comportamento, devem bater palmas para Polícia”, concluiu.
Por fim, o governador Ricardo Coutinho se solidarizou com a família da menina Fernanda Ellen. “Eu queria me solidarizar com a família. Imagino o que significa perder um filho numa situação dessas. Você passar três meses de aflição, sem saber onde está seu filho, sem saber o que pode ter acontecido, com a esperança retirada do fundo da alma para poder, a cada dia, acreditar que pode reencontrar a filha. E, ontem, essa dúvida chegou ao final com a descoberta do corpo da menina Fernanda Ellen. Eu gostaria muito que ela estivesse viva, mas, aquela dúvida que a família tinha, infelizmente, foi sanada de forma trágica”, comentou.
do wscom

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.

Wilson Santiago e Wilson Filho são recebidos por lideranças politicas em Ingá