abril 04, 2013

Cássio lamenta falta de ação efetiva do Governo Federal





Enquanto as obras da Copa do Mundo seguem em ritmo acelerado, a imprescindível transposição fica para segundo plano, denunciou o senador paraibano.                           




“O Governo Federal institui o Regime Diferenciado de Contratação para as obras dos estádios que sediarão a Copa do Mundo, infelizmente, no que diz respeito às obras de transposição de águas do Rio São Francisco, sequer o projeto técnico para alguns trechos está contratado” assim lamentou nesta quinta-feira, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), ao constatar a falta de prioridade do Governo Federal para com a situação gravíssima pela qual passa o semiárido nordestino que enfrenta a pior estiagem dos últimos 50 anos conforme dados dos institutos de pesquisas.
Conforme o senador, as reservas de água para consumo humano no Nordeste já se encontra em situação crítica, principalmente na região semiárida cujos mananciais estão em acelerado processo de esvaziamento, agravado pela intensa evaporação. “Para termos uma ideia da gravidade, a Paraíba se encontra atualmente com menos de 40 % da sua capacidade de armazenamento e o período mais chuvoso tradicionalmente já passou”, advertiu.
Para Cássio Cunha Lima, o Governo Federal insiste que apenas o pagamento Bolsa Família resolve todos os nossos problemas, quando sabemos que apenas para recuperar o rebanho que tínhamos antes deste período de estiagem, levará pelo menos uma década de muito trabalho e esforço dos pequenos proprietários que foram praticamente abandonados à própria sorte pelos bancos oficiais.
“O governo brasileiro, que tem no país, o semiárido mais povoado do mundo deveria entender que subsidiar os pequenos produtores não é favor e sim planejamento em beneficio de uma região que enfrenta e enfrentará novos períodos de estiagem. O que agrava a situação não é apenas a seca que é um fenômeno natural e cíclico e sim a omissão de quem comanda os recursos e não prioriza ações que poderiam resolver definitivamente a questão do abastecimento de água tanto para a nossa população quanto para o nosso rebanho”.
Sobre o rebanho, Cássio relembrou que faz quase um ano que cobra do Governo Federal a distribuição de ração animal e que própria Conab, que poderia promover esta distribuição aos pequenos pecuaristas sugeriu que os processos licitatórios para a compra de milho fossem simplificados “porém até hoje, nenhuma providência foi tomada, o que obrigou aos criadores, a venda dos seus animais e que em muitos casos, os animais morreram por falta de alimento”.
O senador Cássio informou que a Comissão do Senado Federal formada para fiscalizar as obras de transposição, fará mais uma visita de inspeção no próximo dia 19, “o presidente da Comissão, senador Vital do Rego, deverá nos próximos dias divulgar a programação de visitas”, disse o tucano. O outro senador paraibano, Cícero Lucena, também compõe esta Comissão.

Foto: Jaciara Aires

Nenhum comentário:

Postar um comentário