fevereiro 15, 2013

Prefeito de Santa Rita nomeia esposa, cunhada e motorista como secretário, depois de aumentar seus salários em mais de 200%

Os vereadores da cidade de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa, vão protocolar no Ministério Público uma denúncia de nepotismo contra o prefeito da cidade, Reginaldo Pereira (PRP). De acordo com Joselito Carneiro de Morais, o Josa de Nezinho (PTC), presidente da Câmara Municipal, Reginaldo estaria colocando parentes próximos para ocuparem cargos sem concurso público.
Com documentos, os vereadores Josa de Nezinha (PTC), João Júnior (PSB) e Genival Guedes (PSD) informaram que Reginaldo estaria praticando o que classificaram como 'mais um dos desmandos da administração do prefeito'. “Parentes estão ocupando cargos de confiança e secretariado”, revelou Nezinha.
Vereadores denunciam atos do prefeitoFoto: Cópia do decreto de nomeação de Vilma, cunhada do prefeito
Créditos: Portal Correio
 Conforme os parlamentares, uma cunhada do prefeito e sua esposa ocupam cargos públicos. Vera Lúcia Gomes de Lima Costa, primeira-dama da cidade, ocupa o cargo de secretária de Ação Social (veja cópia do ofício de nomeação). Durante entrevista no programa radiofônico Correio da Manhã, 98FM,  os vereadores revelaram que o prefeito nomeou o seu motorista particular como secretário de Articulação Institucional, com salário de R$ 10.400.
Vereadores denunciam atos do prefeitoFoto: Cópia do decreto de nomeação de Vera, primeira-dama
Créditos: Portal Correio
Os vereadores informam que em Santa Rita os princípios da legalidade, impessoalidade, e moralidade não estão sendo respeitados. Outra denúncia de irregularidade no governo municipal apresentada pelos políticos é sobre a contratação de pessoal.
“No início da gestão, o prefeito exonerou diversos servidores sob justificava de ausência de capital nos cofres da prefeitura. Ele disse que encontrou um rombo de R$ 300 milhões, mas, em seguida, criou mais de 400 cargos comissionados”, comentou João Júnior.
No início da gestão, através de Medida Provisória (MP) enviada à Câmara Municipal, o prefeito comunicou a criação de quatro secretarias e 400 cargos comissionados. Segundo Joselito, o Reginaldo Pereira elevou os salários dos secretários municipais de R$ 2,5 mil para R$ 8 mil. Os salários dos secretários adjuntos serão de R$ 5 mil.
Cópia do decreto de nomeação de Edvaldo, motorista do prefeitoFoto: Cópia do decreto de nomeação de Edvaldo, motorista do prefeito
Créditos: Portal Correio
 Segundo o Ministério Público, a justificativa apresentada pelas prefeituras, argumentando que a indicação de parentes para cargos políticos é livre e está em conformidade com a lei, não tem fundamento. A nomeação de familiares deve ser uma exceção e acontecer somente quando a pessoa tiver, comprovadamente, melhor capacidade técnica do que outros potenciais candidatos ao mesmo cargo.


do portal correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...