julho 18, 2012

Polícia Civil de PE decreta estado de greve; paralisação começa 2ª feira

Paralisação tem início na próxima segunda-feira. Categoria reivindica melhorias salariais, pagamento de adicional noturno, horas extras e vale-refeição


Categoria realizou assembleia na sede do Sinpol nesta terça-feira (Crédito: Foto: Sinpol / Divulgação)
Os policiais civis de Pernambuco decretaram estado de greve nesta terça-feira (17). Em assembleia realizada na sede do Sinpol, em Santo Amaro, área central do Recife, os representantes da classe decidiram iniciar a paralisação na próxima segunda-feira (23), depois de transcorridas as 72 horas necessárias à divulgação da greve à população. Sem término previsto, durante a paralisação só 30% dos serviços serão realizados.
Entre as reivindicações da categoria estão melhorias salariais, pagamento de adicional noturno, horas extras e vale-refeição. Os policiais pretendem elevar o salário ao segundo maior do país, equiparado ao dos profissionais de Sergipe, onde o salário inicial da categoria é de R$ 4.510,00. Mas, segundo os participantes da assembleia, o governo anunciou que não vai tratar de questões salariais este ano. Eles também cobram melhorias nos equipamentos de segurança, como coletes à prova de bala.
Durante a greve, os policias receberão uma cartilha com as informações de como devem atuar durante a paralisação. Eles anunciaram que não haverá registro de Boletim de Ocorrência, os registros de flagrantes serão feitos apenas nas delegacias de plantão e serão suspensas as investigações em andamento.
Jornal do Commercio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...