julho 10, 2012

A 3ª Vara da Comarca de Itaporanga realizará um mutirão referente às dividas dos agricultores com o BNB nos dias 13 a 15

 
 
A 3º Vara da Justiça Estadual da Comarca de Itaporanga-PB, localizada no Vale do Piancó, juntamente com o Banco do Nordeste, na mesma cidade, estará realizando um grande mutirão que dará possibilidade de acordos entre agricultores e o BNB, com benefício de abatimentos que podem chegar até 85% de desconto no valor da divida.
 Preocupada com o grande percentual de processos existentes no Cartório da 3ª Vara da Comarca de Itaporanga-PB, especificamente sobre as Ações de Execuções, Cobrança e Monitoria, que estimam em aproximadamente em 220 processos, onde apresenta o Banco do Nordeste (BNB) como autor e na qualidade de réus, pessoas pobre e humildes, que o único bem existente são as suas propriedades dadas como garantias no ato dos empréstimos junto a cidade Instituição Financeira, que atualmente encontra-se inadimplentes.
Em entrevista Dra Juliana Maroja, relatou que a grande maioria dos processos existes no Cartório da 3ª Vara estão em fase de Execução, tendo as propriedades dos réus sido penhoradas e algumas passivas de serem levadas a Leilão, com todos os direitos assegurados pela Lei nº 12.599/2012.
Diante da situação econômica da maioria dos promovidos, dos citados processos, a Dra Juliana Maroja se sensibilizou e procurou o BNB a fim de resolver os litígios existentes, de forma que não tirassem os executados das suas propriedades, foi constato que há possibilidade de se realizar excelentes acordos.
A proposta trazida pelo BNB não é de perdão; mas sim, ignorar os juros, realizar novos empréstimos a estes devedores para que possa ser feito novos investimentos; assim reabrindo o credito imediato e regularizando os nomes dos mesmos junto aos bancos de dados dos devedores inadimplentes. Em que, na mesma ocasião os valores dos acordos poderão ser menores do que o valor retirado na época dos empréstimos.
Nos dias 13, 14 e 15 de julho do corrente ano, será promovido um grande Mutirão com objetivo de conciliar todas as ações judiciais em que tenham como parte autora o Banco do Nordeste, onde os seus agentes se farão presentes com excelentes propostas, já citadas, aos agricultores inadimplentes junto ao BNB.
Os agricultores que tenham ações de Execução, Cobrança ou Monitoria tramitando junto a Comarca de Itaporanga, devem se tranqüilizar, pois a justiça busca dar uma melhor solução aos mesmos, e que estes devem procurar em caráter de urgência o seu advogado; bem como, a Comarca de Itaporanga para tomar conhecimento das conciliações que irão acontecer, no sentido de saber os benefícios que terão.
Durante a entrevista a Dra Juíza, Juliana Maroja, deixou o seguinte recado aos agricultores que tenham pendências junto ao BNB, veja: “as pessoas ao receberem as intimações não achem que será um mal negocio, venham, existe varias propostas que vão até 85% de desconto do valor da devida, a exemplo de um caso em que o debito chegava a 74 mil e com o acordo o valor foi reduzido para 12 mil, sendo devidamente parcelado. Vem a pergunta por que tanto desconto? Quem irá pagar o resto será o Governo Federal”.
A Magistrada relatou que o BNB tratará propostas com os benefícios da Lei nº 12.599/2012, e que aqueles que não se enquadrarem na mesma, serão feitos outros propostas.(com DiamanteOnline)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...