junho 27, 2012

Cássio pede afastamento da CCPMI do Cachoeira: 'Vim para estar mais próximo do meu pai"


cássio cunha lima
“Eu vim para estar mais próximo dele, numa hora como esta fala mais alto a condição de filho”, declarou o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) abatido a repórter Nelma Figueiredo da TV Correio com exclusividade.







O senador agradeceu a solidariedade do povo paraibano e pediu intensificação nas orações. “Quero agradecer ao povo paraibano pela solidariedade e que as orações se intensifiquem para que meu pai possa ter tranquilidade e paz”, pediu Cássio.
O senador voltou nesta terça-feira (26) quando recebeu notícia do agravamento da saúde de Ronaldo. O poeta está passando por um quadro instável, em que o pulmão esquerdo está completamente comprometido e o direito já apresenta alterações.
Cássio comentou que prioridade agora é estar ao lado de Ronaldo Cunha Lima. “Chega uma hora em que não conseguimos conciliar as atividades e hoje pelo agravamento do meu pai não tenho mais atenção para outra coisa, o que é humano e comprensível”, disse o senador.
Nas últimas horas aumentou o número de amigos, familiares e políticos à residência de Ronaldo Cunha Lima, no bairro de Tambaú, em João Pessoa. De acordo com Nelma Figueiredo o único político que entrou no quarto de Ronaldo foi o senador Cícero Lucena, que é amigo e aliado político.
Quem substituirá o senador na CPI do Cachoeira será o suplente dele Aloisio Nunes Ferreira (PSDB-SP).
Priscila Andrade
do portal correio
www.portalcorreio.com.br 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...