outubro 30, 2011

Ricardo 'alfineta' e diz que seu governo não discrimina políticos adversários

“Eu não vou punir o povo de uma cidade por causa de um governante”, disse.

Nesta sexta-feira, 28, membros do PSB se reuniram para a realização do 6º Congresso Estadual da legenda. O governador Ricardo Coutinho, principal nome do partido na Paraíba, ressaltou para os filiados que irão disputar as eleições de 2012, que eles devem ter a mesma postura utilizada na sua gestão: “As ações do governo não são do prefeito, não são do governador. São do povo”.

Segundo o gestor estadual, no seu governo foram implantados novos parâmetros e novos valores no ‘fazer política’. Ricardo revelou que na sua administração as diferenças políticas não interferem na aplicação de projetos ou no envio de recursos. Crítica foi voltada para os gestores que prejudicam prefeituras de políticos que eram adversários durante as eleições.

“Muita gente estranhou quando nosso governo abriu edital e disponibilizou recursos para que os municípios apresentem projetos nas áreas da saúde, segurança e educação. Houve até quem perguntasse: Isso vale também para municípios cujos prefeitos são nossos adversários e, na campanha, foram além do correto, além do justo, além do verdadeiro? Respondi que sim. Nós somos diferentes dos nossos adversários e é por isso que estamos aqui. As ações do governo não são do prefeito, não são do governador. São do povo. E eu não vou punir o povo de uma cidade por causa de um governante”

Ricardo Coutinhodisse ainda que vai continuar trabalhando desta forma, e que todos os que formam o PSB devem acompanhá-lo, no entanto destacou: “Mas nós não vamos pedir licença para conversar diretamente com o povo. Vamos levar nossas ações e vamos mostrar o que estamos fazendo. Qual o papel do governo estadual e qual o papel do governo municipal. Também vamos dar toda a atenção aos companheiros do PSB que estão nos ajudando a construir esse caminho novo na política paraibana”.



wscom

Nenhum comentário:

Postar um comentário