outubro 25, 2011

IMPASSE: Gilma deve assumir PPS mas Bernardino diz que não entrega cargo a deputada

vereador e membro da Executiva estadual do PPS, Bruno Farias, confirmou a realização do Congresso do partido para amanhã, na Capital. Ele declarou que as informações contrárias à realização são uma tentativa de “sabotagem”. “Estive na Executiva nacional, em Brasília, com a deputada Gilma Germano, semana passada, e recebemos o aval para que o congresso ocorra”, afirmou.

Segundo ele, serão escolhidos 15 membros da Executiva estadual e os membros de 45 diretórios municipais. “Este será o maior congresso estadual da história do PPS na Paraíba e um dos temas será a escolha da nova direção estadual”, afirmou. A reunião acontece a partir das 13h no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil.

Bruno afirmou que o atual presidente da legenda, João Bernardino, tinha a “obrigação e responsabilidade” de convocar a executiva para deliberar sobre a data do congresso. “No entanto, desde agosto que ele não participa de reuniões. Temos duas ou três reuniões mensais e ele está ausente”, afirmou.

Na ausência de João Bernardino, o vereador afirmou que a executiva decidiu marcar o congresso. “Em reunião do dia 21 se setembro, marcamos a data e cumprimos o prazo de 30 dias, editamos a resolução estadual disciplinando a escolha dos delegados, comunicamos o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e publicamos o edital em jornais de grande circulação do estado. Está tudo correto”, afirmou. Para o vereador, o presidente da legenda está “numa situação delicada porque não tem mais apoio em relação à reeleição”, declarou.

O outro lado - O atual presidente do PPS, José Bernardino, afirmou que não entregará o cargo a deputada Gilma Germano, nome indicado pela Executiva. “Essa convenção não vale nada. Não está sendo realizada dentro das normas do partido. Eu sequer fui oficialmente comunicado e não entregarei a presidência”, afirmou.

Segundo ele, na sexta-feira, serão anunciados os nomes de três pessoas do partido para a disputa em 2012. A decisão contraria parte do partido que manifesta o interesse em apoiar a candidatura à reeleição de Luciano Agra (PSB).




CORREIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...