junho 06, 2011

Cariocas retornam para o Rio de Janeiro, mas médicos efetivos continuam em greve

Waldson de Sousa diz que efetivos encerraram greve; médicos negam

Após a reunião do governador Ricardo Coutinho (PSB) com o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Roberto Luis D’Avila, no Palácio da Redenção, para “discutir a política de saúde da Paraíba, o secretário estadual da Saúde, Waldson de Sousa, declarou que os médicos do Rio de Janeiro, contratados para darem plantões no hospital de Trauma de João Pessoa, durante o final de semana, já tinham deixado o Estado, pois não era mais necessário a presença deles na Paraíba, uma vez que os médicos efetivos do Trauma retornaram ao trabalho.

“Os médicos do Rio já retornaram, pois não é mais necessário o serviço deles, já que os médicos efetivos do Trauma retornaram as atividades normais. Hoje temos a escala do Trauma completa. Voltaram ao trabalho e estão em escala”, afirmou o secretário Waldson de Sousa.

No entanto, apesar das declarações do secretário, o médico Paulo Ramalho, representante da Comissão dos Efetivos do Trauma, negou que a categoria retornou ao trabalho. Segundo ele, a informação do secretário é improcedente e os médicos realizaram uma assembléia logo mais, a partir das 19h00, na sede do CRM-PB para decidirem se continuam parados. Ramalho não descartou uma greve geral da categoria em todo o Estado.

“A informação é improcedente. Doutor Waldson gosta de distorcer os fatos e passara para imprensa informações inverídicas. Continuamos parados e a partir das 19h00 horas iremos realizar uma assembléia na sede do CRM para decidir se continuaremos parados ou se voltamos. Mas, pode até haver uma greve geral da categoria”, declarou.

Paulo Ramalho disse também que a população precisa saber da verdade, que os médicos do Rio foram embora sábado e não hoje, como diz o governo.

“O governo disse que os médicos foram embora hoje, mas na verdade foram embora sábado, por que o sindicato agiu”, disse.

“O pior é que a agente não sabe sequer se eles são médicos, já que não apresentaram a documentação exigida pelo CRM-PB”, disse.

do wscom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...