março 01, 2011

Balanço: PMs 'furam' no interior e greve se concentra em JP e Patos; RC pede tropas





Balanço realizado esta manhã pelo Portal Correio junto às sucursais do sistema, mobilizando correspondentes em várias regiões do Estado, apontou que a greve dos policiais, que iniciou à zero hora de hoje, se concentra em João Pessoa.

Mesmo sem adesão maciça, o governador Ricardo Coutinho declarou no final da manhã que já solicitou ao ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) o envio de tropas federais para a Paraíba.

Coutinho também informou que a Procuradoria Geral do Estado acionou a Justiça, pedindo a ilegalidade da greve.

Leia mais: Reunião na Secom é a portas fechadas; clima é de expectativa por um desfecho favorável

Veja a situação nas principais cidades:

Campina Grande – O corresponde Carlos Sousa, da Correio Sat, informou que viaturas estão nas ruas fazendo patrulhamento e boa parte do efetivo se apresentou para o trabalho esta manhã.

Cajazeiras – O major Romildo, do 6º Batalhão Militar, informou que houve acordo, evitando a paralisação imediata. As viaturas estão nas ruas e o efetivo trabalha normalmente.

Patos – Relatos de ataques a viaturas e boa parte dos militares foram aquartelados no 3º Batalhão por grevistas.

Sousa - Fontes do 14º Batalhão asseguraram que a greve não atingiu a cidade e que o efetivo atua normalmente nas ruas. A informação foi confirmada pelo correspondente Levy Dantas, da Correio Sat.

Itaporanga – O corresponde da Correio Sat Flávio José informou que os policiais trabalham normalmente, sem adesão a greve.

Guarabira – O correspondente Herbert Araújo informou que efetivos policiais estão nas ruas e não há indícios de adesão a paralisação.

Secretário vê esvaziamento

O secretário Cláudio Lima (Segurança Pública) declarou que os policiais militares não aderiram à greve, mesmo em João Pessoa.

“Os trabalhos estão acontecendo 100% dentro da normalidade”, garantiu.

Negociações intermediadas pelo Correio da Manhã

O Programa Correio da Manhã da 98 FM desta terça-feira (1º) ancorado pelos radialistas Samuka Duarte e Emerson Machado promoveu um encontro de negociação entre o secretário de Comunicação do Estado, Nonato Bandeira, e o Major Fábio para tentar por fim à greve dos policiais militares.

O programa promoveu um debate ao vivo por telefone entre os dois lados para tentar por fim ao impasse entre Governo e Policiais que querem o cumprimento de uma Lei aprovada no fim do governo passado e que reajustava os salários da categoria com base nos reajustes dados no estado de Sergipe. Lei esta que teve os efeitos suspensos pela Justiça, em ação impetrada pelo Ministério Público do Estado.

A reunião para negociar o fim da greve está ocorreu na Secretaria de Comunicação do Estado, no Centro Administrativo. em Jaguaribe, na Capital, com a presença da secretária Aracilba Rocha (Finanças)

do portal correio
Adriana Bezerra

Nenhum comentário:

Postar um comentário