Ricardo reage e diz que "Estado não vai ficar refém de chantagem ou terrorismo"




O governador Ricardo Coutinho (PSB) assegurou, nesta quinta-feira (17.02), que o Estado não vai se dobrar a chantagem ou a atos de terrorismo. Ele se referia aos incidentes ocorridos na noite desta quarta (16), quando um policial civil atirou para o alto nas arquibancadas do estádio Amigão, durante o jogo pela Copa do Brasil entre São Paulo e Treze. "Quem transitar fora da lei vai responder pelo atos", avisou o governador.

As declarações foram dadas por Ricardo pouco antes da reunião com o ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra, na manhã desta quinta-feira (17.02). "O que vimos é algo muito grave. Ninguem pode entrar num estádio armado. Isso foi possivelmente articulado num motim dentro de um quartel para levar pânico à população e aos torcedores paraibanos que saíram de casa para ver o jogo que foi transmitido para todo país", disparou.

O governador cassificou como "lamentável" o incidente. "Ninguém ache que vai intimidar o Governo. Quem transitar fora de lei, vai responder por isso. Nem eu nem o Governo vamos permitir chantagem ou terrorismo. Não se pode entrar armado num estádio e disparar visando a balbúrdia e o pânico e criar uma situação que não existe na prática", disse.

Segundo o governasdor, na Segurança Pública, se os crimes continuam a acontecer, a resposta tem sido dada diariamente, com a prisão de quadrilhas que assaltam bancos e combatendo a violência. "O que não pode é que três ou quatro pessoas querem semear pânico e terrorismo. A mídia precisaria contribuir para levar tranquilidade ao povo. Ninguém pode semear o pânico e o caos. O Estado não vai fabricar dinheiro porque três ou quatro pessoas que estavam no Governo passado querem semear a discórdia", afirmou.


do hermes de luna

Comentários

  1. terrorismo quem está fazendo com os servidores e de maneira especial com a segurança é o governador,que de maneira fascista se coloca acima do bem e do mal.Cadê aquela pessoa que no passado apoiavam os movimentos sindicais?A questão policial é falta de vontade política por que já estamos acostumados por parte de governos empossados com essa tática de terra arrasada.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.

TERMO DE DOAÇÃO