fevereiro 15, 2011

Após Abath, defensor público geral pede exoneração do governo





Após saída do secretário de Educação por motivo de Saúde, Otavio também deixa governo

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Lindolfo Pires (DEM) confirmou a segunda baixa na equipe do governo nesta terça-feira, 15. Ontem o secretário de Educação, Fernando Abath, pediu demissão por motivo de saúde, hoje foi a vez do defensor público geral, Otávio Gomes de Araújo, pedir demissão, segundo Lindolfo, alegando motivos pessoais.

A exoneração de Otávio foi publicada na edição do Diário Oficial desta terça-feira, 15, e a mesma edição já traz a nomeação do defensor Ivanildo de Oliveira Brito para ocupar o cargo.

Informações extra-oficiais dão conta que o defensor estava insatisfeito com a falta de autonomia do órgão e o governo também não estava gostando das declarações de Otávio defendendo essa autonomia.

Para Educação também já foi nomeado o professor/pós-doutor, Afonso Scocuglia para chefia a pasta.



do wscom

Nenhum comentário:

Postar um comentário