outubro 02, 2010

Jurídico de Maranhão moverá AIJE no TRE contra suposto ‘Caixa Dois’ de Ricardo

O advogado Carlos Fábio, coordenador jurídico da coligação “Paraíba Unida”, revelou no início da noite desta sexta-feira (01), a reportagem do WSCOM Online, que a sua equipe já está organizando os documentos para dar entrada a uma AIJE (Ação de Investigação Judicial), junto ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), para que seja investigada as denúncias de ‘Caixa Dois’ pela coligação ‘Uma Nova Paraíba’, encabeçada pelo ex-prefeito de João pessoa, Ricardo Coutinho (PSB).
No final da manhã de hoje, a Polícia Federal apreendeu R$ 38 mil e documentos no comitê financeiro de Ricardo, localizado no bairro do Cabo Branco.

“Os fatos são gravíssimos, por isso pedir a PF e ao TRE que mantenha o dinheiro e os documentos retidos para instrumentalizar nossa AIJE”, revelou.

“É uma questão muito séria, até o delegado da PF, Derly Brasileiro, já admitiu que a origem e a finalidade do dinheiro têm que ser esclarecidas”, acrescentou.

Carlos Fábio lembrou que o episódio de hoje lembra o Caso Concorde, em que a PF apreendeu quase R$ 400 mil jogados do Edifício Concorde, localizado na avenida Epitácio Pessoa (JP), às vésperas do segundo turno das eleições estaduais de 2006. O caso está sendo julgado pela Justiça Eleitoral.

A acusação é de que o dinheiro seria usado na campanha do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB

do wscom

Um comentário:

  1. Eles tentam ganhar de todas as maneiras, quando isso vai acabar e prevaleçer a vontade do povo, perde a eleição nas urnas e busca vitoria a todo custo nos tribunais e o pior que vem conseguindo exito nestas estancias. O pior é que deixa a população ainda mais revoltada.

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...