setembro 02, 2010

Pesquisa reflete que população quer continuidade do governo, diz Santiago. Candidato ao Senado diz ser natural
















O Deputado federal e candidato a senador pela coligação ‘Paraíba Unida’, Wilson Santiago (PMDB), comentou na manhã desta quinta-feira os números da pesquisa Correio/Consult, que colocam o governador José Maranhão (PMDB) com 21,85% de vantagem sobre seu principal oponente ao Governo do Estado: o ex-prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB).
Santiago disse que os números colocam uma vantagem por refletir o entendimento dos paraibanos que entendem que “a Paraíba só continuará a avançar com a recondução do atual governador ao cargo, a partir de 2011”.
“A população percebe que a Paraíba avançou muito em pouco mais de um ano e que para continuar neste ritmo de crescimento e desenvolvimento é necessário que haja uma solução de continuidade das ações e projetos que estão sendo implantados em todo o estado, nas diversas áreas de atuação do poder público, e isso só será possível se o atual governador for reconduzido ao cargo, nas eleições de outubro”, afirma Wilson.
Para o candidato ao senado, é natural que haja esse entendimento da população, pois, os paraibanos, do litoral ao sertão, não apenas sentem, como visualizam as ações do atual governo. “Maranhão fez muito, em muito pouco tempo, é perceptível as melhorias nas áreas de saúde, através da reforma, revitalização e construção de novos hospitais e avanço da saúde pública em todo o Estado, na educação, com a entrega dos transportes escolares, nas próprias unidades de ensino, na segurança pública, através da aquisição de novas viaturas, motos e armamentos, na área de infraestrutura hídrica, com a construção de açudes e barragens, na revitalização e construção de estradas, enfim, são muitas obras e a população reconhece isso, por isso quer Maranhão, e as pesquisas refletem esse desejo e anseio popular”, destaca Wilson Santiago, afirmando que Maranhão já vence as eleições no primeiro turno. “A vontade do povo é soberana e o povo quer Zé”, atesta Wilson.



da Redação (com assessoria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário