Promotor diz que Ficha Limpa pode estar com dias contados e que eleição será da 'bagunça'

O vice-diretor da escola do Judiciário do TSE, promotor Tales Tácito de Pontes, disse em entrevista ao repórter Écliton Monteiro, que foi ao ar no programa Correio Debate desta segunda-feira (2), que a Lei da Ficha Limpa pode estar com os dias contados, que esta eleição será da 'bagunça' e que o povo está preocupado mesmo é em comer.
Na opinião dele, a decisão do TSE em retroagir a nova lei vai gerar uma complicação, porque o povo vai votar e não vai saber quem vai assumir. Ele citou inclusive o caso da Paraíba, referindo-se ao ex-governador Cássio Cunha Lima.
Ele disse, ainda, que muitos que assinaram o abaixo assinado para a Lei, pelo Interior do País, não sabiam sequer do que se tratava e esse contingente está preocupado mesmo é em comer.
O procurador disse, ainda, que essa tentativa de moralização através da retroatividade da Lei pode levá-la a desaparecer, citando a opinião do ministro Gilmar Mendes que descordou da decisão de retroagir e cogitou a possibilidade dela deixar de existir, se chegar ao STF.
"O povo está preocupado em comer e não em quem é ficha limpa ou suja", disse o promotor.
Ele fez um alerta sobre as regras da Lei Ficha Limpa para os prefeitos que tiveram contas rejeitadas, pois podem deixar de ser julgados pelas Câmaras e sim pelos Tribunais de Conta. Esse ponto, na opinião de Thales Tácito, é um ponto muito importante da nova lei, que ninguém está discutindo.

do portal correio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.

TERMO DE DOAÇÃO