julho 21, 2010

Um ato deste porte seria NEGATIVO ou POSITIVO para os fichas sujas?

 Passeata da oposição na PB é destaque na imprensa nacional




A passeata promovida pela oposição, liderada pelo ex-governador cassado Cássio Cunha Lima (PSDB), pelo senador Efraim Morais (PSDB) e pelo ex-prefeito de João Pessoa Ricardo Coutinho (PSB), na tarde desta quarta-feira (21), pelas ruas da Capital paraibana, ganhou destaque na imprensa nacional.

De acordo com matéria postada no site G1, a manifestação teve o objetivo de protestar contra o pedido de impugnação da candidatura de Cássio ao Senado, feito pelo Ministério Público com base na Lei da Ficha Limpa.

Confira a íntegra da matéria  abaixo

'Ex-governador ameaçado pela ficha limpa promove passeata na Paraíba

MP pediu impugnação de candidatura de Cássio Cunha Lima ao Senado. 'Deixa o povo votar' é o mote usado pelos organizadores do protesto.
O ex-governador da Paraíba Cássio Cunha Lima (PSDB), que teve o mandato cassado no ano passado, comanda nesta quarta-feira (21) uma passeata em João Pessoa (PB) com o mote “Deixa o povo votar”. A movimentação tem o objetivo de protestar contra o pedido de impugnação da candidatura de Lima, feito pelo Ministério Público com base na Lei da Ficha Limpa.

Às 16h40, a passeata pelas ruas da capital do estado ainda não havia começado. Segundo a assessoria dex-governador, a manifestação estava "prestes a ser iniciada".

O ex-governador foi cassado em fevereiro de 2009 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a acusação de abuso de poder econômico e político e prática de conduta vedada a agente público. As irregularidades teriam sido cometidas durante a campanha eleitoral de 2006, quando o tucano foi reeleito.

Lima foi acusado de distribuir 35 mil cheques a pessoas carentes durante a campanha eleitoral de 2006, por meio de programa assistencial da Fundação Ação Comunitária (FAC), vinculada ao governo estadual. Segundo a denúncia, os cheques totalizavam cerca de R$ 4 milhões.

A cassação de Lima aconteceu por decisão colegiada e, portanto, ele pode ser impedido de disputar a eleição por oito anos de acordo com a ficha limpa. Foi com base nisso que a Procuradoria Eleitoral da Paraíba pediu a impugnação de sua candidatura ao Senado.

A assessoria do ex-governador disse ao G1 que foi de Cunha Lima a iniciativa de convocar a passeata. A intenção seria protestar contra “manobras jurídicas” que visam impedir a candidatura dele.
Em sua página na rede de microblogs Twitter, Lima afirmou que o protesto não era “contra” leis. “O ato público de logo mais é contra os que têm medo de voto. Os que temem a soberania popular. Deixem o povo votar”, afirmou o candidato ao Senado.'



Da redação do Portal Correio com G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...