junho 18, 2010

Cássio derruba tese de inelegibilidade e diz que especulação ‘é medo’: “Deixemos o povo votar!”



Mesmo com o entendimento do TSE quanto a aplicação do “Projeto Ficha Limpa” aos políticos já condenados, as decisões serão individualizadas.


É importante citar que os casos emblemáticos como os dos ex-governadores; Cássio Cunha Lima, Marcelo Miranda e Jackson Lago, serão debatidos com auxilio de lupa.

Decisões individualizadas e mais um embate jurídico. O que o TSE decidiu nesta quinta-feira (18) não impossibilita a candidatura de Cássio ao Senado Federal. “Em resposta a consulta formulada, o TSE deixa claro que penas já aplicadas em AIJE, não podem ser ampliadas. É nitidamente a minha situação”, postou Cássio no seu Twitter.

Para o ministro Marco Aurélio, o TSE não poderia ter respondido à consulta porque as convenções partidárias já estão ocorrendo. E alertou para o fato de que a retroatividade levará à insegurança jurídica:

-Temo que a antecipação de crivo pelo TSE acabe por encomendar uma missa de sétimo dia relativamente a essa lei. Continuo convencido de que a queima de etapas não conduz ao ordenamento jurídico.

O ex-governador Cássio Cunha Lima segue firme com sua pré-candidatura, consciente dos desafios que lhe aguardam e o mais importante, confiante no respaudo popular que lhe acompanha em todas as batalhas. “O povo é soberano. Deixemos o povo votar ! Por que tanto medo da soberania popular?” prosseguiu Cássio.

-O resto faz parte do embate político. É o medo daqueles que temem a soberania popular ! O povo é soberano!


do Blog do Victor Paiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário