março 24, 2010

Dezenas de pessoas recebem Maranhão no Congo e provam a sintonia entre o município e o governador

A recepção do prefeito do Congo, Romualdo Quirino, que é do PDT, ao governador José Maranhão (PMDB) na sexta-feira (19) à tarde mostrou que adesão por afinidade política existe, sim. A festa da população e do prefeito, que aguardavam Maranhão na entrada da cidade, mostrou a sintonia entre os dois gestores.

“O governador aproveitou a vinda a Sumé para fazer uma visita também ao município do Congo e ver o andamento das obras pessoalmente”, explicou Romualdo. Ele fez questão de dizer que a parceria com o governo do Estado “não poderia estar melhor”.

Prefeito e governador caminharam até a obra da ponte, que vai permitir um acesso mais adequado ao município, no sentido Sumé/Congo. Hoje, existe apenas uma passagem molhada, estreita, que durante o período de chuvas alaga e provoca transtornos para a população.

Maranhão ainda aproveitou para inspecionar as obras de pavimentação da rodovia PB-214, que liga Sumé ao Congo, numa extensão de 32 quilômetros. Segundo informou o governador, a obra está em ritmo adiantado e deve ser entregue até o final deste ano à população.

Romualdo anunciou a adesão ao projeto político de Maranhão em outubro passado. Na ocasião, ele justificou o apoio: “Tive contratempos difíceis com Cássio (Cunha Lima), o que fez com que procurássemos o governador. Nesses sete meses não tivemos nenhum problema com Maranhão, mesmo sem ter uma adesão formal”.

Da obra, Maranhão, o prefeito e comitiva seguiram para um almoço no ‘Rabo do Pavão, onde foram recepcionados por lideranças políticas do Congo e da região do Cariri. O presidente da Fundação Nacional de Saúde na Paraíba, ex-deputado Álvaro Gaudêncio Neto, e o deputado estadual Carlos Batinga (PSC) acompanharam o governador na visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário