fevereiro 08, 2010

Saúde: Barreto: Ricardo forjou pacientes no Santa Isabel para burlar TAC da Saúde

Na noite deste domingo, o Professor Francisco Barreto denunciou com exclusividade ao fatospb o que ele intitulou de ' forja de pacientes no Hospital Santa Isabel'. Barreto acusou o prefeito Ricardo Coutinho e a Secretária de Saúde, Roseana Meira, de terem praticado um verdadeiro ‘faz de conta’, na tentativa de burlar o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado com a Curadoria da Saúde.
Em um trecho da denúncia o Professor Barreto diz o seguinte:
‘Para desafogar o Hospital de Traumas – Humberto Lucena, foi determinado (mediante TAC) a imediata, até 10 de Fevereiro/2010 a disponibilização de 30 leitos para pacientes operados em convalescência transferidos do Hospital de Trauma/H. Lucena.
Durante a recente visita-inspeção no dia 02 de Fevereiro, foram transferidos pacientes clínicos, não eram cirurgiados e não de CTI (não oriundos do Hospital Humberto Lucena) foram ocupados os leitos exigidos para dar a impressão do cumprimento da exigência da Curadoria da Saúde.
Superlotou apenas para “fazer de conta” o cumprimento exigido.
Para conferir se isto é verdade, ou seja, de onde vieram os doentes, a Promotora deveria ter mandado conferir os prontuários médicos, não o fez’.
Barreto também denunciou o caos em que se encontra o Hospital Santa Isabel., indo mais além, expondo detalhes de abandono e fazendo críticas à falta de respeito do prefeito Ricardo Coutinho com a população carente, referindo-se aos 70 leitos fechados no hospital.
‘O Santa Isabel antes de fechar as portas em 2008 atendia cerca de 350 pacientes/ortopedia dia, com capacidade máxima de 40 pacientes internos para cirurgia/dia’, informou Barreto.
‘Isso é lamentável, a Prefeitura que tem como gestor o Prefeito Ricardo Coutinho deve respeitar a população carente, esse povo não tem alternativa, sofrem com o desprezo da edilidade, com a ausência de espaços para pronto atendimento e ainda precisam mendigar um acolhimento mesmo sabendo que terão que conviver com a superlotação’, lamentou Barreto.
O Professor Francisco Barreto foi enfático ao dizer que a instalação de serviços de urgência cardiológica e neurológica anunciados pelo prefeito não existem. ‘O prefeito anunciou a instalação de serviços de urgência cardiológica e neurológica que não existem. O que o hospital dispõe de fato, é de apenas uma UTI com dez leitos’, dispara Barreto.
Barreto ainda acusou o Prefeito Ricardo Coutinho de ter bloqueado a entrada da Maternidade Santa Isabel com uma parede de tijolos. ‘Fechada a Maternidade Santa Isabel, na administração de RC a entrada foi bloqueada com parede de tijolos, ficou sem utilização os aptos, as salas de parto, os serviços neonatais, berçários e etc’, denunciou Barreto.
‘Deve o Promotor do Direito do Cidadão, Doutor Valberto Cosme de Lira, acompanhar a Promotora Dra. Maria das Graças Azevedo e fazerem uma inspeção in loco, o idoso tem que se locomover em piso de paralelos de cerca de 250m, sem corrimãos e trafegar no meio dos automóveis, não existem rampas padronizadas de acesso para cadeirantes’ disse Barreto.
O Professor Francisco Barreto finalizou pedindo mais rigor nas inspeções e informando que a Prefeitura juntamente com a Secretaria de Saúde recebem verbas do SUS, devendo portanto, manter os serviços ativados e atender o exigido pela “pactuação intermunicipal”, já que além de obrigação, é questão de prioridade.
Abaixo mais um trecho da denúncia do Professor Francisco Barreto:
‘Deveria ter visitado o estado de “desativação” de serviços médicos especializados, instalações físicas, e o porque desta “ incompetência e irresponsabilidade estrutural”.
A PMJP ao ter a “gestão plena de saúde pelo SUS” tinha a obrigação de manter os serviços ativados e atender o exigido pela “pactuação inter-municipal”. Recebe recursos federais e municipais para isto.
A Curadoria de Saúde deveria ter feito uma inspeção mais rigorosa e aprofundada sobre o caos que está no Hospital Santa Isabel, e os riscos que representam para vida e a morte dos pacientes, que por infelicidade procuram e não encontram atendimento médico de urgência’, finalizou Barreto.
Ainda hoje divulgaremos na íntegra o relatório da denúncia do Professor Francisco Barreto enviado a nossa redação.

Do portal FatosPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...