fevereiro 03, 2010

Roberto diz que Petrobrás tem demonstrado arrogância e descaso



O senador Roberto Cavalcanti (PRB) qualificou como arrogância e descaso a postura da Petrobrás frente às denúncias de indícios de irregularidades graves detectadas pelo Tribunal de Contas da União em obras da empresa, entre as quais a refinaria Abreu e Lima em Pernambuco.

Membro da Comissão Mista de Orçamento e do comitê de obras com indícios de irregularidades do Congresso Nacional, Cavalcanti disse que foi surpreendente a performance dos representantes da Petrobrás em audiência para explicar os indícios de irregularidades.

“Foi uma ação puramente midiática, uma enganação que demonstra uma posição de extrema arrogância e descaso da Petrobrás”, criticou o parlamentar.

A CMO pediu explicações a estatal sobre as obras listas pelo TCU, sob pena de recomendar a suspensão dos recursos no Orçamento 2010. Os empreendimentos, porém, foram liberados por meio de medida provisória baixada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Embora da base aliada do presidente, não concordo com a liberação destas obras sem as devidas explicações”, ponderou Cavalcanti, reforçando que a CMO deu “todas as condições para que a Petrobrás se pronunciasse”.


“Não sou a favor do embargo, mas não podemos ser complacentes com a inacreditável postura da Petrobrás”, finalizou o senador.



Por Adriana Bezerra, da Assessoria de Imprensa do senador Roberto Cavalcanti

Nenhum comentário:

Postar um comentário