fevereiro 02, 2010

Morte de Vital: Maranhão cancela agenda em Brasília; ‘perdi mais que um aliado, um grande amigo’


O governador José Maranhão (PMDB) cancelou agenda que tinha em Brasília e outros compromissos aqui mesmo no Estado devido a morte do ex- deputado e tribuno Vital do Rego. Maranhão disse que perdeu mais que um grande aliado, mas um grande amigo e que vai cancelar todos os compromissos para está presente ao velório e sepultamento de Vital, ao lado dos irmãos Veneziano e Vitalzinho.

O advogado José Ricardo Porto também se mostrou muito triste com a morte de Vital e disse que perdeu um professor e amigo.

Vital foi internado no primeiro dia do ano com uma infecção grave e durante todo o mês de janeiro sua saúde oscilou entre melhoras e agravamento, este último verificado no dia de ontem, trouxe uma insuficiência respiratória, que segundo os médicos levaram o tribuno a morte.

O advogado Vital do Rego era conselheiro vitalício da Ordem dos Advogados do Brasil - seccional Paraíba (OAB-PB) e seu corpo será velado na sede da Subseção de Campina Grande.O velório deve começar ainda nesta tarde e o sepultamento está previsto para às 16h desta quarta-feira.

O presidente da OAB-PB, Odon Bezerra Cavalcanti Sobrinho está na cidade de Brasília e retorna hoje para João Pessoa e deverá seguir direto para Campina Grande afim de acompanhar o velório e o enterro.

Vital foi internado no primeiro dia do ano com uma infecção grave e durante todo o mês de janeiro sua saúde oscilou entre melhoras e agravamento, este último verificado no dia de ontem, trouxe uma insuficiência respiratória, que segundo os médicos levaram o tribuno a morte.

Homenagem - Em 2007 Vital do Rego foi escolhido para ser agraciado com a Medalha Oswaldo Trigueiro de Albuquerque Melo, maior homenagem prestada pela Seccional paraibana. Ela é concedida a cada três anos a advogado militante em função especificamente ligada ao Direito, que tenha se distinguido por relevantes serviços prestados à causa da Justiça, do Direito, a sua classe ou aos direitos humanos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário