Para aliado de Couto, PSB deve arcar com consequência e responsabilidade de aliança com DEM

O secretário de organização do PT estadual, Jackson Macedo, aliado de primeira hora do deputado federal Luiz Couto, disse que o PSB tem autonomia para definir sua política de aliança para o pleito do próximo ano e deve arcar com as responsabilidades e consequências do apoio do Democratas, fechado nesta segunda-feira. Macedo disse ainda que acha muito difícil o PT dividir o palanque com DEM, apesar de ratificar que o nome do prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB) é o melhor para Paraíba.

Ele destacou que o senador Efraim Morais é um dos opositores mais ferrenhos do presidente Lula, inclusive foi o relator da CPI dos Bingos, que fez vir a tona diversas denuncias contra o governo federal, que segundo ele, não foram confirmadas.

Macedo lembrou que o que está sendo costurado neste momento na política da Paraíba não é apenas visando as eleições de 2010, mas um novo bloco que deve se manter pelos próximos 15/20 anos.

Ricardo Coutinho disse logo após a pré-convenção do DEM nesta segunda, que espera contar com o apoio do deputado federal Luiz Couto, mesmo firmando a parceria com o Democratas, por entender que os interesses da Paraíba estão acima de qualquer restrições partidárias.

Coutinho acredita que poderá contar com o apoio do PT e de Luiz Couto nas eleições do próximo ano. Jackson acha extremamente difícil que os dois partidos, que estão em campos totalmente opostos em cenário nacional, possam dividir o mesmo espaço na Paraíba.
fonte wscom

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

CNM convoca gestores para mobilização no Congresso Nacional nos dias 7 e 8 de agosto

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.