outubro 10, 2009

Mesmo no PSC, Guilherme Almeida promete recorrer ao TSE contra permanência no PSB imposta pelo TRE

O deputado Guilherme Almeida, atualmente no PSC, revelou na manhã deste sábado 10 que vai recorrer, junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), da decisão do Tribunal Regional Eleitoral Paraibano (TRE-PB), que nesta sexta-feira 10 manteve a decisão de proibir a sua saída do PSB sem perder mandato por conta das regras da infidelidade partidáriaO Jornal Eletrônico do Nordeste
O deputado Guilherme Almeida, atualmente no PSC, revelou na manhã deste sábado 10 que vai recorrer, junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), da decisão do Tribunal Regional Eleitoral Paraibano (TRE-PB), que nesta sexta-feira 10 manteve a decisão de proibir a sua saída do PSB sem perder mandato por conta das regras da infidelidade partidária.

“Vamos recorrer com certeza, inclusive já autorizei o meu advogado a dá entrada no processo junto ao TSE, pois agente ainda não se conformou com esta contradição que foi cometida pelo TRE”, disse.

A contradição a que se refere o parlamentar, é o fato do TRE ter reconhecido que o PSB criou uma ata para obstacular sua posse na secretária estadual de Interiorização, multar o partido, mas não ter acolhida a sua petição na qual pedia reconhecimento de justa causa para se desfiliar do PSB.

Almeida alegava perseguição política do partido. Mas, mesmo diante da negativa do TRE em não reconhecer seu pedido, o deputado saiu do PSB e se filou ao PSC. Ele também acrescentou que não teme perder o mandato por conta da decisão do tribunal.


“O fato existiu e a minha saída do partido ocorreu justamente por conta disso. Como o TRE reconheceu o erro do PSB creio que não serei penalizado”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...