outubro 28, 2009

Maranhão recebe a adesão do prefeito de Riachão do Bacamarte


O governador José Maranhão (PMDB) recebeu, nesta terça-feira (27), mais uma adesão ao seu projeto político: a do prefeito de Riachão do Bacamarte, Gil Tito, do PSDB. Desde que assumiu o mandato, em fevereiro deste ano, Maranhão já contabiliza o apoio de 35 prefeitos eleitos pela oposição.

O prefeito Gil Tito se reuniu com o governador na Granja Santana, onde aproveitou para encaminhar alguns pleitos em benefício da população de Riachão do Bacamarte, principalmente no que se refere a melhorias no sistema de abastecimento de água. “A audiência foi ótima. Tenho certeza de que ele vai cumprir o que prometeu porque é um gestor honesto”, afirmou Gil Tito.

Perguntado se o diálogo com a atual administração estadual estaria mais aberto se comparado com a gestão de Cássio Cunha Lima (PSDB), Gil Tito foi rápido: “Com certeza”. O prefeito fez questão de dizer que vai apoiar e trabalhar para a reeleição do governador José Maranhão, em 2010. “Vamos trabalhar firmemente para isso. Ele merece”, destacou.

Para o deputado estadual Guilherme Almeida (PSC), que acompanhou Gil Tito na audiência, o município de Riachão do Bacamarte tem demandas que necessitam da parceria com o governo do Estado.

“Essas demandas fazem parte de qualquer governo sério, entre município e Estado, e ele (o prefeito) está de espírito democrático aberto para manter um contato com o governo e receber os benefícios para a coletividade como um todo”, ressaltou o parlamentar. Com as parcerias, afirmou Guilherme, “o governador e o prefeito se afinam politicamente”.

Guilherme Almeida afirmou que o governo Maranhão está de portas abertas para quem quiser trabalhar sério, independente de legenda partidária. “Eu tenho visto isso pelo menos na minha área de atuação política. O possível tem sido feito para diversos municípios. No governo anterior, não se via essa abertura”.

Maranhão afirmou que a parceria entre governo do Estado e municípios é uma necessidade. “Quando você tem parceria, você potencializa os recursos empregados em torno de qualquer obra”, disse o governador. E justificou: “Na parceria, a soma de um mais um não é igual a dois. Pode ser igual a 20, a 200 a 20 mil. Tudo isso para significar a importância que a parceria tem”.

Ele voltou a repetir que as portas do Palácio da Redenção estão abertas a todos os prefeitos, independente de cor partidária. “Sejam meu correligionários, sejam meus adversários. A gente pode até ser adversário do prefeito e o prefeito adversário do governador, mas nem o prefeito, nem o governador podem ser adversários do povo”, afirmou o governador José Maranhão.



Da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...