Senado libera uso da internet em campanhas eleitorais


O Senado Federal liberou nesta semana o uso da internet nas campanhas eleitorais de 2010. A aprovação só foi possível depois que o senador Aloizio Mercadante (do PT de São Paulo), que defendia o fim das restrições na web, e o senador Eduardo Azeredo (do PSDB e um dos relatores da proposta) chegaram a um acordo.

Com isso os candidatos poderão se expressar livremente na internet mas não poderão fazer uso do anonimato. O direito de resposta também será assegurado a todos que precisarem dele.

Além disso o Senado também aprovou uma regra que permite que os sites dos candidatos continuem no ar na web até o momento da eleição. Antes dessa regra ser a provada, os sites tinham que ser retirados do ar 48 horas antes do início da votação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.

Wilson Santiago e Wilson Filho são recebidos por lideranças politicas em Ingá