setembro 16, 2009

Senado libera uso da internet em campanhas eleitorais


O Senado Federal liberou nesta semana o uso da internet nas campanhas eleitorais de 2010. A aprovação só foi possível depois que o senador Aloizio Mercadante (do PT de São Paulo), que defendia o fim das restrições na web, e o senador Eduardo Azeredo (do PSDB e um dos relatores da proposta) chegaram a um acordo.

Com isso os candidatos poderão se expressar livremente na internet mas não poderão fazer uso do anonimato. O direito de resposta também será assegurado a todos que precisarem dele.

Além disso o Senado também aprovou uma regra que permite que os sites dos candidatos continuem no ar na web até o momento da eleição. Antes dessa regra ser a provada, os sites tinham que ser retirados do ar 48 horas antes do início da votação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário