Integrantes da Câmara Técnica do Pacto Estadual de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher são empossados


Vinte e oito integrantes, representando 14 Secretarias e outros órgãos governamentais, foram empossados nesta terça-feira (08) como titulares e suplentes da Câmara Técnica do Pacto Estadual de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher. A solenidade foi conduzida pelo Procurador Geral do Estado, José Edízio Souto, representando o Secretário de Estado do Governo (Casa Civil), Marcelo Weick, e pela gerente do Programa Estadual de Políticas para as Mulheres, Douraci Vieira, com a presença do corregedor Marcos Holmes. Logo em seguida, a Câmara realizou sua primeira reunião de trabalho, com a participação de todas as recém empossadas.

Ao longo do encontro, realizado no prédio da Procuradoria Geral do Estado, foram discutidas ações que precisam ser efetivadas com urgência, a exemplo do investimento nas delegacias da mulher, incluindo recursos humanos e equipamentos materiais, assim como o atendimento especializado nas delegacias comuns, para o adequado encaminhamento das mulheres que procuram o serviço. Também ganhou ênfase a necessidade da criação de abrigos para atender as vítimas de violência doméstica no Estado, além da organização de um banco de dados sobre a violência contra a mulher, com a finalidade de subsidiar novas políticas públicas.

?Nossa grande missão é diminuir os índices de violência em cada um dos municípios paraibanos, mas para isso precisamos implantar políticas integradas de enfrentamento à violência. Assim, é necessário que várias Secretarias e órgãos governamentais dêem a sua importante parcela de contribuição para qualificar os serviços de atendimento à mulher e executar novas ações?, destacou a Gerente do Programa Estadual, Douraci Vieira, comentando sobre a importância dos trabalhos a serem desenvolvidos pela Câmara Técnica.

Instituída pelo decreto nº. 30.582, de 21 de agosto, a Câmara Técnica tem a finalidade de propor e elaborar ações de enfrentamento à violência contra as mulheres, deliberar sobre a destinação dos recursos federais e estaduais para essas ações, além de coordenar a execução do Programa. Está sendo integrada por representantes das seguintes Secretarias Estaduais: Casa Civil, Desenvolvimento Humano, Educação e Cultura, Saúde, Cidadania e Administração Penitenciária, Segurança Pública e Defesa Social, Planejamento e Gestão, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Comunicação, Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, além da Companhia Estadual de Habitação, Fundação de Ação Comunitária, Fundação de Desenvolvimento do Adolescente e da Criança e Projeto Cooperar.

Durante a reunião, Douraci Vieira também apresentou aos participantes o Plano Nacional de Políticas Públicas para as Mulheres, fez uma exposição sobre o Programa Estadual e sobre o Pacto de Enfrentamento à Violência contra a Mulher. Em seguida, o espaço foi aberto para discussões sobre as responsabilidades de cada órgão integrante da Câmara e a próxima reunião foi marcada para o próximo dia 29.

?Cada integrante se comprometeu em estudar as metas contidas no Plano Estadual de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher e já trazer deliberações para o encontro seguinte?, anunciou Douraci.



Fabiana Nóbrega, Assessoria de Imprensa da Casa Civil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.

Wilson Santiago e Wilson Filho são recebidos por lideranças politicas em Ingá