agosto 17, 2009

Interpa prorroga inscrição para prestadores de assistência nos assentamentos

As empresas e pessoas interessadas em prestar assistência técnica e fazer a medição de imóveis rurais nos próximos projetos de assentamentos poderão se inscrever até o dia 4 de setembro, pois o prazo foi prorrogado pelo Instituto de Terras e Planejamento Agrícola da Paraíba (Interpa). Para isso, é necessário através da home page do órgão imprimir um formulário e entregá-lo na sede do instituto na estrada de Cabedelo.
De acordo com o presidente do Interpa, Álvaro Dantas, das 19 empresas e pessoas físicas inscritas até a última 3ª feira (4), apenas duas não foram classificadas no processo. E de oito interessados na medição das propriedades, três ficaram de fora da classificação.
Ele informou ainda que para conhecer as resoluções nº 071/2009 e a 072/2009 que dispõe sobre o credenciamento, descredenciamento, controle, avaliação e remuneração das atividades de assistência técnica e medição de imóveis, o público do processo seletivo deverá acessar a página do órgão na internet: www.interpa.pb.gov.br.
Álvaro Dantas lembrou que poderão participar as pessoas e empresas que já atuam nos assentamentos, além dos novos candidatos.
CRITÉRIOS
Para a medição de imóveis é necessário cumprir critérios, como: ter conhecimento das normas e diretrizes do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) e possuir capacidade operacional para prestar o serviço solicitado. Já para àqueles que vão prestar assistência técnica, além das exigências acima citadas é preciso ter experiência no trabalho com o público do programa, ou seja, comunidades de trabalhadores rurais, agricultores familiares, sem terra, além de saber elaborar projetos de desenvolvimento rural sustentável.
“A remuneração pelos serviços prestados na área de assistência técnica e medição de imóveis será de 8% do total de investimentos de cada projeto”, lembrou Alberto Sérgio Onofre, coordenador estadual do PNCF.
A entrega do formulário de inscrição no Interpa deverá ser feita de segunda a quinta-feira, das 12h às 18h, e na sexta-feira, das 7h às 13h.
Dos 40 profissionais e empresas inscritos para prestar assistência técnica nos 319 assentamentos do PNCF na Paraíba, apenas 14 estão em atividade e atendem 3.200 famílias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário