agosto 15, 2009

Hospital Arlinda Marques faz segunda cirurgia em criança cardiopata

O Hospital Infantil Arlinda Marques, em João Pessoa, realizou a segunda cirurgia em criança cardiopata, na manhã desta sexta-feira (14). O secretário estadual da Saúde, José Maria de França, esteve no hospital e garantiu que a cirurgia foi um sucesso e que a menina Letícia Vieira de Araújo, 4 anos, que mora em Alhandra, estava bem e se recuperava na unidade de terapia intensiva. Ele anunciou que o próximo passo é ampliar a Rede de Cardiologia da Paraíba, fazendo cirurgias de adultos.

“Como gestor e como pessoa me sinto muito feliz por essa decisão de governo. Começamos a operar crianças esta semana e já tem 12 na lista. Foi tão simples. Decidimos fazer e, em menos de dois meses, isso é uma realidade. O serviço vai gerar uma economia para os cofres públicos, porque chegamos a gastar mais de 500 mil em cinco cirurgias pagando hospitais de outros Estados. Sem falar na economia de sofrimento para os pais e as crianças, que terão uma qualidade de vida muito maior depois das cirurgias”, disse o secretário.

Ampliação - Ele anunciou, ainda, que a Secretaria de Estado da Saúde já iniciou entendimentos com os hospitais universitários de João Pessoa e Campina Grande para que eles possam realizar as cirurgias de adultos, ampliando a Rede de Cardiologia da Paraíba. “Sem dúvida, esse serviço tão importante é um marco para a saúde pública do Estado”, avaliou.

A diretora do hospital, Darcy Lucena, disse que a criança estava muito fragilizada por causa da cardiopatia congênita. “Ela sofria de persistência do canal arterial (PCA) e vivia em hospitais por insuficiência respiratórias e doenças recorrentes como pneumonias. A mãe contou que descobriu o problema nos primeiros meses de vida da criança, mas nunca conseguiu que ela fosse cirurgiada”, esclareceu.

A segunda cirurgia durou cerca de uma hora. A equipe médica chefiada pelo cardiologista Maurílio Onofre conta com os cirurgiões Antonio Pedrosa, Daniel Magalhães e Orlando Gomes; com os anestesistas Bernardo Nóbrega e Ruy César Evangelista e com a cardiologista pediátrica Kaleska Pontes.


Da Secom PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...