agosto 18, 2009

Câmaras da Paraíba temem a PEC dos vereadores e antecipam as eleições de presidente da casa

Por temer uma mudança na correlação de forças ou a possibilidade da aprovação da Proposta de Emenda Constitucional pelo Congresso, que aumenta a partir do próximo ano o número de vereadores, alguns dirigentes de Câmaras Municipais na Paraíba resolveram antecipar em 16 meses as eleições para a Mesa Diretora para o biênio 2011/2012.

Hoje, haverá eleição para o comando do Legislativo de Itaporanga, no Vale do Piancó. A escolha está marcada para as 10 horas deste domingo, na sede da Câmara, mas as chapas podem ser inscritas até duas horas antes do pleito. O atual presidente, José Queiroz Filho (PMDB), será candidato à reeleição. Os demais membros da mesa também postulam a renovação dos mandatos. São eles: Francisco Saulo da Silva (vice-presidente); João Pereira de Sousa (1º secretário) e Luiz Alberto Tolentino (2º secretário).

Queiroz disse que, em Itaporanga, sempre houve a antecipação de eleições como forma de dar mais tranquilidade ao Legislativo e assegurar a continuidade administrativa. Embora seja filiado ao PMDB, ele e a maioria dos parlamentares dão sustentação política ao prefeito Djaci Brasileiro (PSDB). Quem deve enfrentar José Queiroz nas eleições deste domingo é José Porcino da Silva (PMDB), irmão do ex-prefeito Antonio Porcino. Todavia, ele vai deixar para o último minuto do prazo para bater o martelo e inscrever a chapa.

Outra Câmara que vai antecipar as eleições da Mesa Diretora é a de São José de Piranhas. Na próxima semana, o atual presidente Ricardo Cavalcanti (PPS) será reeleito para um novo mandato a um ano e quatro meses do seu início. Dos nove parlamentares com assento no Legislativo, Ricardo tem o apoio de oito, o que garante a vitória antecipada.

GUARABIRA O vereador-presidente da Câmara Municipal de Guarabira, Francisco Edinaldo Sousa (PMDB), mais conhecido como Chico Mala, articula a alteração na Lei Orgânica e no Regimento Interno da Casa de Osório de Aquino para antecipar a eleição da Mesa Diretora. Ele quer se prevenir de um eventual “inchaço” de parlamentares caso a PEC dos Vereadores seja aprovada em definitivo e entre em vigor em janeiro de 2010.

Em Campina Grande, a bancada de oposição também se articula para antecipar as eleições da Mesa Diretora, a fim de garantir Nelson Gomes Filho (PRP) para mais um mandato antes que o colegiado passe a ter 23 parlamentares. A proposta foi defendida pelo vereador Marcos Raia (PDT) em recente encontro de vereadores oposicionistas. Com a volta de Alcides da Weider (PRP), oposição ficou com nove edis contra sete da bancada que dá sustentação ao prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB).

Em João Pessoa, o presidente da Câmara, Durval Ferreira (PP), se movimenta nos bastidores para antecipar a escolha da Mesa Diretora para o biênio 2011/2012.

Jornal da Paraíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário