agosto 14, 2009

Assembleia Legislativa vai debater redução na tarifa de energia


O Sindicato dos Eletricitários da Paraíba (Sindeletric) vai participar na próxima segundafeira (17), a partir das 14 horas, de uma sessão especial na Assembléia Legislativa para debater o valor da tarifa residencial de energia elétrica no Estado. A entidade vem se posicionando contra os reajustes autorizados pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) para a Energisa. Em setembro de 2008, o reajuste foi de mais de 15 % para os consumidores residenciais.

A proposta da entidade é que seja feita uma revisão no modelo atual de reajuste da tarifa, que foi implementado na época do governo FHC. O atual modelo acabou com equalização tarifária existente, onde se leva em conta o custo local para distribuição da energia. "Fizemos essa proposta em recente audiência pública realizada pela Aneel em João Pessoa, no auditório da Asplan. Não concor damos com as metodologias utilizadas pela agência federal, que de certa forma sempre beneficia a concessionária de distribuição e nunca o consumidor final, que é a população", afirmam os diretores do Sindeletric.
Em relação a Energisa, que é a concessionária responsável pela distribuição de energia na Paraíba, a diretoria do Sindeletric entende que é hora de dar um freio na gula dessa empresa por lucros exorbitantes. Só em 2008 a concessionária teve um lucro de R$ 101 milhões. Neste ano o balanço do primeiro semestre aponta um lucro de R$ 86 milhões. A diretoria do sindicato revela que a Energisa paga os piores salários da região Nordeste e do Brasil. Um eletricitário paraibano recebe um salário básico equivalente ao mínimo nacional. O Sindeletric apurou que os mesmos profissionais do grupo Energisa, na região Nordeste, percebem valores bem superiores.

Da assessoria do sindicato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...