Seleção enfrenta EUA de olho na vaga na semi


Dunga deverá poupar alguns jogadores por desgaste físico

Lucio está confirmado contra os EUA. Já Juan deverá ser poupado (Crédito: Rodolfo Buhrer)
LANCEPRESS!

A Seleção Brasileira enfrenta os EUA nesta quinta-feira, 11h (de Brasília), no Estádio Loftus Versfeld, em Pretória. A partida é valida pela segunda rodada do Grupo B da Copa das Confederações.

O Brasil venceu o Egito na estreia por 4 a 3. No jogo houve um lance polêmico, no último minuto, o juiz marcou um pênalti a favor da Seleção após uma suposta ajuda de equipamentos eletrônicos.

A principal preocupação do Brasil é o desgaste físico, pois a Seleção teve pouco tempo de preparação. Pensando em poupar alguns jogadores, Dunga poderá promover as entradas de Maicon, Luisão, Ramires e Pato nos lugares de Daniel Alves, Juan, Elano e Robinho, respectivamente. Novidade certa é a entrada de André Santos no lugar de Kleber na lateral esquerda.

- Os americanos estão em um bom momento, não só porque são fortes fisicamente, mas por serem difíceis de superar. Não é normal que sofram três gols em um jogo, como ocorreu contra a Itália - disse Dunga, analisando o adversário.

Já os norte-americanos tentam se recuperar da derrota de virada para a Itália. Donovan abriu o placar para os EUA. No segundo tempo, Guiseppe Rossi marcou dois, e Rossi fez o outro dos italianos. Final de jogo: 3 a 1.

Os EUA terão um problema para o jogo contra o Brasil: o meia Clark está suspenso pelo cartão vermelho recebido contra a Itália. Sua vaga deverá ser preenchida por Beasley. Ainda se recuperando de lesão, o zagueiro Bocanegra não tem condições de jogo. DeMerit joga em seu lugar.

Se vencer, o Brasil praticamente se classifica para a semifinal da Copa das Confederações. Os Estados Unidos precisam ao menos de um empate para continuar sonhando com a vaga.

A outra partida do Grupo B será entre Itália e Egito, às 15h30 (de Brasília).

FICHA TÉCNICA:
BRASIL X ESTADOS UNIDOS

Estádio: Loftus Versfeld, Pretória (AFS)
Data/hora: 18/6/2009 - 11h (de Brasília)
Árbitro: Massimo Busacca (SUI)
Auxiliares: Matthias Arnet (SUI) e Francesco Buragina (SUI)

BRASIL: Julio Cesar, Daniel Alves (Maicon), Lucio, Juan (Luisão) e André Santos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano (Ramires) e Kaká; Robinho (Pato) e Luís Fabiano. Técnico: Dunga.

ESTADOS UNIDOS: Howard, Bornstein, Onyewu, Spector e DeMerit; Feilhaber, Dempsey, Beasley e Bradley; Donovan e Altidore. Técnico: Bob Bradley.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.

Wilson Santiago e Wilson Filho são recebidos por lideranças politicas em Ingá