junho 19, 2009

Roberto: Na PB se pratica a política da auto destruição



O senador paraibano Roberto Cavalcanti (PRB) disse nesta sexta-feira (19) que a Paraíba pratica a política da "auto destruição". O comentário foi feito a propósito da queda de braço que vem sendo mantida entre o Governo e a oposição na Assembleia Legislativa em torno do empréstimo de R$ 191,5 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao Estado.

Roberto Cavalcanti acredita que enquanto um grupo de políticos se dedicar tão somente a destruir a um adversário e não construir nada em favor da Paraíba, o Estado não poderá crescer nem humana e nem materialmente de forma a distribuir riqueza de forma mais justa para toda a população.

O senador Roberto Cavalcanti participou hoje do programa Correio da Manhã da Correio Sat - ancorado pelos jornalistas Marcelo José e Lenilson Guedes - e, na ocasião em que foi entrevistado, comentou sobre assuntos diversos, dentre eles a sua atuação no Senado e também sobre o quadro atual da política paraibana.

Cavalcanti destacou que essa semana foi impressionantemente produtiva do ponto de vista da atuação parlamentar. Ele disse que teve oportunidade de relatar mais de 40 emendas a comissão de Educação do Senado e ainda propor e conseguir aprovações de outras emendas de sua autoria para a Lei de Diretrizes Orçamentárias. O senador deu ênfase a emenda aprovada que facilita o pagamento de dívidas públicas e, consequentemente, resulta em queda de taxa de juros com reflexo positivo na economia brasileira como um todo.

Durante a entrevista, Roberto comentou também sobre a crise de imagem que o Senado atravessa. Ele lembrou que o Senado é alvo de denúncias sobre a má gestão de recursos e de pessoal e lamentou que no olho do furacão esteja a figura do senador José Sarney (PMDB-AP).

Na opinião de Cavalcanti, Sarney se vê aos 80 anos no alvo das denúncias que precisam ser apuradas, destacando a inserção extraordinária que ele tem na história contemporânea brasileira, tendo ocupado diversos cargos públicos a exemplo do Governo do Estado do Maranhão, lutado pela redemocratização do Brasil, entre outras participações importantes para a construção da história política do país.

Também na entrevista, Roberto frisou que na sessão de ontem fez um convite aos congressistas para que prestigiem os festejos juninos na Paraíba citando festas realizadas nas cidades de Campina Grande - onde acontece O Maior São João do Mundo - Patos, Santa Luzia, Bananeiras, Solânea, Monteiro, Cajazeiras, entre outros.


do portal correio

Um comentário:

  1. Agora, é lógico que esse comentário sobre roberto cavalcante não vai ser aprovado no é verdade Nena.

    ResponderExcluir

Postagem em destaque

Dezembro Vermelho

Ao longo deste mês, prédios públicos em todo o Brasil ficarão iluminados de vermelho para marcar a luta contra a aids. Além da iluminação, ...