Cirurgião preso não integra quadros do Hospital de Trauma de JP

A direção geral do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa desmentiu no começo da manhã desta quarta-feira qualquer vínculo do médico cirurgião Luciano Ângelo Jerônimo, de 55, anos com a unidade hospitalar. O cirurgião está sendo acusado de jogar bomba em uma residência em João Pessoa, motivo pelo qual chegou a ser detido.

De acordo com consulta determinada pela diretora médica do Trauma, Aleuda Sá, não há nenhum registro de ligação do médico com o Hospital. ?Estranhamos muito essa informação. Não sabemos de quem partiu. Podemos assegurar que o senhor Luciano Ângelo Jerônimo não integra os quadros do nosso hospital?, afirmou a diretora.
Diretores, médicos, enfermeiros e funcionários do Hospital de Trauma ?Senador Humberto Lucena? foram pegos de surpresa com notícia. Até onde a direção pode apurar, Luciano Jerônimo jamais fez parte da equipe de cirurgiões do Trauma.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Parlamento terá dia especial no Fórum Mundial da Água

População de Nova Floresta lamenta o falecimento do ex- vereador João Bolinha.

Wilson Santiago e Wilson Filho são recebidos por lideranças politicas em Ingá