maio 13, 2009

Secretário de Educação denuncia existência de servidores fantasmas

O secretário da Educação Sales Gaudêncio revelou nesta terça-feira (12) que já foram detectadas nas regionais de ensino cerca de 600 servidores fantasmas que estavam lotados nas regiões de Princesa Isabel, Campina Grande e João Pessoa.

Gaudêncio disse que estão sendo enviados para a Secretaria de Educação caixas de contracheques de algumas regionais de ensino do Estado.

"Os fantasmas detectados não compareceram nem mesmo para pegar os contracheques. Esse fenômeno de funcionários fantasmas por outro lado possibilita que a secretaria de Educação organize seus quadros e possa funcionar plenamente com quem é real", acrescentou.

O levantamento que está sendo feito pelo Governo do Estado já constatou a existência de mais de 200 contracheques, em Campina Grande, de pessoas lotadas nas secretarias de Saúde e Educação sem prestar nenhum tipo de serviço.

Em outras cidades também foram encontradas situações idênticas, como o caso do município de Sousa, onde 50 servidores recebiam sem trabalhar no hospital local.

A determinação é para que as repartições públicas do Governo atendam melhor e com qualidade em todos os setores do Estado. Alguns casos chamam a atenção no levantamento, como as contratações para prestação de serviços de terceiros no Departamento Estadual de Trânsito (Detran), quando deveria usar o potencial da Codata.


Da Secom/PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário