maio 07, 2009

Ney reafirma candidatura ao Senado e diz que decide situação partidária em breve

O ex-senador Ney Suassuna (PMDB) viajou aos Estados Unidos no início desta semana e, antes de embarcar, reafirmou sua candidatura ao Senado nas eleições de 2010.

Ele foi participar de congressos nas áreas de Educação e Tecnologia e confirmou que, ao voltar, vai conversar com lideranças estaduais e nacionais do PMDB para decidir a sua situação partidária. Ney tem convites de várias legendas para se filiar e ser candidato ao Senado.

Ney está participando de eventos nas cidades americanas de Washington e Houston. Antes da viagem, o ex-senador declarou que mantém a disposição de ser candidato ao Senado.

“Quero voltar ao Senado para continuar um trabalho que vinha desempenhando e que sempre teve a aprovação dos prefeitos e da população, pois eu sempre estava em Brasília à disposição dos municípios e do meu estrado”, disse Ney.

Na semana passada Ney recebeu resultados de pesquisas de consumo interno que encomendou a dois institutos e se disse satisfeito com os resultados.

“Elas apresentaram meu nome bem posicionado. Fiquei satisfeito, porque os números mostraram que a Paraíba continua reconhecendo meu trabalho e se lembra que o meu lema era defender a Paraíba e seu desenvolvimento e reconhecimento pelo Governo Federal”, afirmou Ney.

Ele disse que, ao retornar ao Brasil, vai conversar com lideranças nacionais e estaduais do PMDB para decidir seu futuro, ou seja, se será candidato a Senador pelo PMDB ou por outra legenda.

Recentemente, Ney conversou com os senadores Renan Calheiros e José Sarney para tratar da política nacional e afirmou que faz parte do PMDB há quase trinta anos e que está muito bem no partido. “Eu continuo no PMDB, que é o meu partido. Estou há quase trinta anos no PMDB e me sinto muito bem aqui”.

Ney também agradeceu ao deputado Damião Feliciano pelo convite para se filiar ao PDT; ao deputado Armando Abílio, que o convidou para integrar o PTB; ao ex-deputado Enivaldo Ribeiro, que o convidou para sem membro do PP; e a membros do PT da Paraíba, que o convidaram para ingressar na legenda.

“Eu fiquei extremamente envaidecido, feliz, satisfeito e agradecido pelas lembranças. São legendas importantes que abriram as portas para que eu me filiasse”, disse Ney.


Ele afirmou que todos os convites foram feitos levando em conta o reconhecimento pelo trabalho que desempenhou em Brasília, enquanto Senador da República.

Porém, disse que seu futuro político só será decidido após conversa com correligionários, prefeitos e lideranças políticas que apóiam a sua vida pública. “Eu só decidirei meu futuro político depois de ouvir os amigos”.

Ao finalizar, Ney confirmou ser candidato ao Senado Federal nas eleições de 2010. “Eu quero ouvir os amigos, filiados, dirigentes do meu partido, tanto na Paraíba quanto em nível nacional. Só depois, tomo qualquer decisão.

Uma coisa é certa: sou candidato ao Senado em 2010, por entender que posso ajudar o meu estado, como fiz quando detinha mandato de Senador e continuo fazendo, mesmo sem mandato”.


Da Ascom de Ney Suassuna

Nenhum comentário:

Postar um comentário