maio 06, 2009

Com queda de R$ 120 mi na arrecadação, Maranhão admite vender folha de pagamento para repor perdas


“Nestes quatro meses do governo, a receita do Estado teve queda de R$ 120 milhões. Perdemos R$ 30 milhões por mês. A partir de março começamos a controlar para que esta queda não aumentasse”, disse o governador José Maranhão em entrevista a jornalistas convidados na estreia do programa “Palavra de Governador”, na Rádio Tabajara.

Uma das medidas estudadas para sanar o problema, segundo Maranhão é a venda da folha de pagamento, hoje gerenciada pelo Banco Real. Isto, segundo o governador, será necessário para repor as perdas na arrecadação.

“Claro que o Fundo de Participação dos Estados, que representa 40% a 45% da receita corrente liquida, foge ao nosso controle, porque é controlada pelo Governo Federal, e que sentiu os efeitos da crise internacional. Mas as perdas também foram provocadas pela redução do IPI para automóveis”, disse.

O governador disse ainda que não faz sentido manter a folha de pagamento no Banco Real ou em qualquer outra instituição bancária da rede privada, pois estes bancos praticam taxas muito elevadas de empréstimo consignado, incomodando os servidores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário