abril 16, 2009

Top Of Mind: Unipê vence pela 8ª vez como melhor faculdade particular

Pelo oitavo ano consecutivo, o Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) venceu o Top Of Mind, como faculdade particular mais votada e lembrada pelos paraibanos. Promovido pelo Sistema Correio de Comunicação, em parceria com Sebrae e Câmara de Dirigentes Lojistas de João Pessoa (CDL-JP), a 8ª Edição do Top Of Mind premiou, ontem (14), 35 empresas da Paraíba. A solenidade aconteceu no Salão Parahyba do Hotel Tambaú, em João Pessoa.

Segundo o diretor secretário do Unipê, professor Paulo Padilha, que recebeu o prêmio em nome do reitor José Loureiro Lopes, o prêmio faz com que a instituição aumente sua responsabilidade com a educação oferecida aos paraibanos. “É uma satisfação muito grande para o Unipê ser escolhido. Isso nos remete a uma responsabilidade ainda maior. A medida que a sociedade nos escolhe, aumenta nossa responsabilidade em oferecer sempre um ensino de qualidade”, ressaltou o professor Paulo Padilha.

Para a diretora executiva do Sistema Correio de Comunicação, Beatriz Ribeiro Cavalcanti, o Top Of Mind vem consagrar algumas marcas que permanecem no topo da mente dos consumidores paraibanos. “Este prêmio é uma motivação para que as empresas possam conquistar o espaço no mercado e para que elas percebam como sua marca está sendo vista pelo consumidor”, afirmou.


MEC: Unipê é a melhor instituição privada da PB e das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste


Dados do Ministério da Educação (MEC), divulgados em setembro passado, confirmaram que o Unipê é a melhor instituição privada da Paraíba e o melhor centro universitário privado das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do País. No Índice Geral de Cursos (IGC) do MEC – indicador que aferiu a qualidade do ensino de 1.448 instituições de ensino superior públicas e privadas do País – o Unipê obteve conceitos 258 e 3, figurando em 16º lugar no ranking nacional dos centros universitários particulares de todo o Brasil. Para o reitor do Unipê, professor José Loureiro Lopes, os dados confirmam o trabalho sério desenvolvido pela instituição, ao longo de quase quatro décadas de existência.

Segundo o MEC, esse indicador de cursos considera, além dos resultados de avaliação do desempenho de estudantes, infraestrutura e instalações, recursos didático-pedagógicos e corpo docente. A pontuação do Unipê coloca a instituição à frente de universidades tradicionais do País, como a Estácio de Sá (RJ), Gama Filho (RJ), Anhembi Morumbi (SP), Cândido Mendes (RJ), Católica de Salvador (BA), Ibirapuera (SP), Salgado de Oliveira (RJ) e Bandeirante (SP). O resultado final do IGC está em valores contínuos (que vão de 0 a 500) e em faixas (de 1 a 5).



Mais de 9 mil alunos matriculados em 12 cursos de graduação e 45 de Pós


O Unipê completará, em junho deste ano, 38 anos de existência com relevantes contribuições para a Educação e o desenvolvimento socioeconômico da Paraíba. Com 9 mil alunos matriculados em 12 cursos de graduação e 45 de Pós-Graduação, o Unipê forma, por ano, cerca de 1,4 mil alunos, colocando no mercado profissionais capacitados. Em 2008, o Unipê criou o curso de Design de Moda e estendeu o seu campus para Campina Grande, passando a oferecer 10 cursos de Pós-Graduação, em parceria com a Fundação Universitária de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Furne). Além disso, o Unipê criou um Portal, que conta hoje com mais de 8 mil acessos diários.


Maior instituição privada de ensino superior do Estado, o Unipê emprega 850 pessoas, entre servidores e professores e gera, ainda, mais 450 empregos indiretos, a prestadores de serviços e técnicos. Para o reitor do Unipê, professor José Loureiro Lopes, educar e formar as futuras gerações é preparar os jovens para o compromisso de trabalhar para melhorar o País. “Nosso compromisso com a educação se renova ano a ano”, ressaltou.

Assessoria

Um comentário:

  1. O TOP OF MIND NÃO PREMIA OS MELHORES, SÃO AS MARCAS MAIS LEMBRADAS! TOP OF MIND = TOPO DA MENTE... UNIPÊ E NENHUMA OUTRA MARCA FOI AVALIADA NO ASPECTO QUALIDADE NESTA PREMIAÇÃO!

    PÉSSIMO TÍTULO, POIS ESTA QUESTÃO É UMA DAS MAIS FRISADAS NA ABERTURA DO EVENTO.

    ResponderExcluir